Lançada no último dia 06 de novembro, Arcane é o resultado da parceria entre Riot Games e Netflix. A série animada gerou expectativas enormes na comunidade de League of Legends por contar uma parte da história do jogo, mostrando as regiões de Piltover e Zaun, com foco nas campeãs Vi e Jinx. Depois dos três […]

Lançada no último dia 06 de novembro, Arcane é o resultado da parceria entre Riot Games e Netflix. A série animada gerou expectativas enormes na comunidade de League of Legends por contar uma parte da história do jogo, mostrando as regiões de Piltover e Zaun, com foco nas campeãs Vi e Jinx.

Depois dos três primeiros episódios, algumas informações podem ter ficado soltas ou passadas despercebidas. De onde veio a Hextec que Jayce encontrou? O que é a destruição que Heimerdinger cita? O que seria a substância tóxica que alguns personagens tomam? Como está o mundo de Runeterra durante a série?

Essas perguntas são essenciais para entender melhor a trama que envolve Arcane e ajudam a entender um pouco o caminho que a série pode seguir. Com estes mistérios em mãos, chegou a hora de encontrar algumas respostas.

Hextec e a revolução de Piltover

Jayce, na sua versão de Arcane
Splash art da skin Jayce, o Defensor do Amanhã – Fonte: Riot Games

Provavelmente saberemos mais da Hextec e suas implicações nos próximos episódios. Atualmente, conhecemos alguns campeões que utilizam a tecnologia dentro do jogo: Camille, Jayce, Viktor, Vi, Jinx, entre outros – a maioria deles da região de Piltover & Zaun.

Em Arcane, a Hextec é uma forma de controlar a magia, que vem de pedras mágicas que se rompem quando sofrem grandes impactos. Esse rompimento, se feito de forma agressiva, pode causar uma destruição em massa, como vimos nos primeiros episódios da série.

Robôzinho utilizado pela Powder (Jinx), em Arcane, com uma pedra arcana instável – Fonte: Netflix

De onde vieram as pedras mágicas?

Tecnologia hextec que pode aparecer em Arcane
Algumas invenções, que surgiram graças a tecnologia Hextec – Fonte: Riot Games

De acordo com a lore de League of Legends, quem descobriu essas pedras, ou cristais, foi uma exploradora do Clã Ferros, uma das principais casas da Academia Piltover. Em Arcane, vimos Mel Madara, a diretora que ajuda Jayce e Viktor, citar a Casa Ferros, a mesma de Camille.

Esses cristais foram obtidos em Shurima, uma região antiga e misteriosa com uma longa história envolvendo o Vazio e deuses – muitos cogitam que essa história poderá ser contada no futuro de Arcane. Quanto aos cristais, eles foram obtidos de uma raça de criaturas mágicas, as mesmas do campeão Skarner, os Brackerns, que ao morrer soltam um cristal infundido em propriedades mágicas. Isso não ficou muito claro ainda, ainda mais quando consideramos que essas criaturas estão praticamente extintas.

Skarner, da raça dos brackerns, que fornecem os cristais arcanos, que criou o hextec, em Arcane
Skarner, um dos poucos sobreviventes da raça dos brackerns – Fonte: Riot Games

Os cristais eram bem abundantes na região desértica de Shurima. Contudo, em algum momento o estoque natural destas pedras acabou e as consequências disso podem ser um grande spoiler do futuro de Arcane, uma vez que a história envolve os personagens Jayce e Viktor, que deve ser explorada num futuro próximo pela série.

O que podemos afirmar é que, por conta dos estudos Hextec, a magia pode ser controlada pela tecnologia e surgem os Aprimoramentos Hextec. Alguns campeões usam esses aprimoramentos, como Camille, Orianna e Viktor, que também estão presentes em diversos equipamentos , como o martelo de Jayce e algumas invenções do professor Heimerdinger.

A destruição e o medo da Magia

A magia no mundo de Runeterra não chega de forma fácil. Existem os Magos, que são aqueles que possuem de fato poderes e controle sobre elementos como o tempo, clima e tudo o que os cercam. Porém, Magos são raros e aqueles que possuem afinidades com a magia são temidos em algumas regiões.

Neste contexto, existe uma história muito antiga que envolve o povo de Shurima e Icathia. A história conta como Shurima era uma região poderosa, abençoada pelo Disco Solar. Aqueles que viviam na região também eram abençoados e poderosos. Além disso, aqueles que conseguiam destaque eram escolhidos “pelos deuses” e passavam pelo processo de Ascenção.

O reino abençoado de Shurima, no seu glorioso auge – Fonte: Riot Games

Ascender em Shurima era o mesmo que viver eternamente, numa forma escolhida pelos deuses. Renekton, Nasus, Azir e Xerath são alguns dos campeões ascendidos. Renekton era um grande general e ganhou a forma de um crocodilo graças a sua força e agressividade. Nasus era um estudioso e estrategista, por isso ganhou a forma de um chacal.

Já Azir era o Imperador de Shurima e, pelos seus feitos, ganhou a forma mais abençoada: um pássaro sagrado. Por fim, Xerath possui uma complexidade maior, uma vez que não era um escolhido e roubou o ritual de ascenção de Azir, ascendendo em uma forma caótica e distorcida.

Qual a relação de Shurima com Arcane?

Icathia e a representação da torre do Zillean – Fonte: Riot Games

Em Arcane, quando Jayce está sendo julgado, o professor Heimerdinger diz que já vivenciou os estragos que a magia pode gerar. Acredita-se que ele estava se referindo à Guerra de Icathia ou à Guerra do Vazio.

Num devaneio soberano, o povo de Shurima decidiu invadir o Reino de Icathia, conhecido por seus estudos arcanos. Alguns campeões nasceram nessa região, como Zillean e Ryze, dois grandes magos de League of Legends que descobriram uma força mágica assustadora no subsolo de Runeterra.

O exercito shurimane enfrentando as crias do Vazio – Fonte: Riot Games

Com a guerra entre os dois reinos, os magos icathianos tiveram apenas uma alternativa: invocar a força subterrânea. Essa força é chamada de Vazio e, em League of Legends, conhecemos alguns campeões vindo dessa região, como Cho’Gath, Rek’Sai, Kha’Zix, Kog’Maw, Vel’Koz e Kai’Sa. O Vazio se instaurou em Icathia e a guerra chegou ao fim. Contudo, houveram consequências drásticas para o mundo, como o surgimento dos Darkins – shurimanes ascendidos que foram corrompidos pelo vazio. Os Darkins existentes são Aatrox, Rhaast (Kayn) e Varus.

Os últimos Darkins vivos, Varus, Rhaast e Aatrox, antes de serem presos em seus equipamentos – Fonte: Riot Games

Diversos estudiosos viram nessa destruição formas de usar a magia. Assim, os magos acabaram destruindo partes de Runeterra e corrompendo uma parte sagrada da região. Até os dias atuais, quando se passa arcane, é possível ver magos causando o caos ou utilizando dele para dominar.

Quimtec, a droga do submundo de Zaun

Por fim, o que é a droga mostrada em Arcane que transforma pessoas em bestas? Os mais fascinados com a lore de League of Legends perceberam que se trata da Quimtec, uma substância altamente tóxica e provavelmente criada por Singed.

Versão de Singed, que pode aparecer em Arcane
Singed, no conto ‘O Hospedeiro’ – Fonte: Riot Games

O campeão, nascido em Piltover e morador de Zaun, estudava alquimia e encontrou na Quimtec uma forma de aprender mais. Seus experimentos resultaram na aparição de diversos campeões existentes, como o próprio Singed, Urgot, Warwick, Twitch, Zac e Dr. Mundo. Todos surgiram por causa do uso da Quimtec, mas cada um de uma forma particular.

Acredita-se que o químico que trabalha para Silco é o campeão Singed. Por enquanto, isso não passa de expeculação, mas as respostas devem aparecer nos próximos atos. Contudo, sabemos de uma coisa: esses campeões aterrorizam os arredores de Zaun.

O que podemos esperar de Arcane?

Representação da magnitude de Aurelion Sol – Fonte: Riot Games

Arcane possui um universo extremamente amplo. Começar a contar a história por Piltover e Zaun foi inteligente, pois é uma região que fica no centro do mundo. De acordo com a lore de League of Legends, o criador do universo, Aurelion Sol, moldou a região.

Entretanto, isso não foi planejado. Aurelion pode ser considerado um escrevo e tinha que obedecer seus filhos, que colocaram uma espécie de coleira nele. Com isso, eles fazia certas exigências do grande Deus-Dragão. Uma dessas exigências foi a destruição de uma fenda do Vazio, que surgiu no centro do continente. Ao utilizar sua ultimate para cumprir a ordem, Aurelion fez um rasgo na terra, eliminando o Aspecto num ato planejado, a fim de se tornar livre novamente.

Se quiser saber mais sobre a história de Aurelion Sol, veja o vídeo abaixo que fala sobre a origem do universo de Runeterra.

Ainda há muito para se explorar na região e em Arcane. De acordo com algumas teorias, poderemos ter uma segunda temporada ainda voltada para Piltover & Zaun. Porém, o foco dessa segunda temporada deve ser na revolução e nos estudos de Jayce, Viktor e Heimerdinger envolvendo a Hextec. Essa etapa seria a introdução dos Aprimoramentos.

Os campeões Jayce e Viktor, nas suas versões originais – Fonte: Riot Games

Personagens como Camille, Orianna e Urgot podem surgir na série. Mas tudo não passa de teoria, e são várias. O universo de Runeterra é enorme, mas o conteúdo é totalmente disponibilizado pela Riot e você pode conferir aqui!

Não deixe de conferir nossos conteúdos sobre o universo de Arcane:

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de Esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT.