A decisão foi motivada pelo aumento dos casos de Covid-19 e Influenza em São Paulo.

A Riot Games suspendeu a venda de ingressos para o primeiro split do CBLOL 2022 por tempo indeterminado e, por isso, não terá mais público. A abertura da venda de entradas aconteceria no dia 12 de janeiro. A desenvolvedora informou a decisão por comunicado oficial e diz que a medida foi tomada por conta do aumento dos casos de Covid-19 e Influenza na cidade de São Paulo. No entanto, o torneio segue presencialmente com jogadores, comissão técnica e casters.

Devido ao grande crescimento recente dos casos de COVID-19, somado agora a um novo cenário de disseminação do Influenza – fatores, estes, que geram um contexto de risco de transmissão muito mais grave do que esperávamos encontrar com o andamento dos indicadores para a cidade de São Paulo, anunciamos que iniciaremos o CBLOL sem a presença do público nos estúdios da Riot Games Brasil. A venda de ingressos, prevista para começar no dia 12 de janeiro, está suspensa por tempo indeterminado.

Riot Games em comunicado.

A Riot informou que está em contato com os times para estabelecer uma logística para diminuir a chance de contaminação enquanto estiverem no estúdio. Como por exemplo combinar horários de chegada e saída para manter o menor número de pessoas possível no local e, assim, garantindo distanciamento social adequado.

Continuaremos acompanhando os indicadores e as orientações sanitárias, e esperamos rever esta decisão o mais rapidamente possível. O estúdio está pronto para receber nossa comunidade com várias surpresas, com a celebração da paixão pelos Esports e com as torcidas seguindo seus times de perto. Tão logo tenhamos a segurança necessária, tenham certeza de que as portas de nossa (nova) casa estarão abertas, e estaremos juntos como nunca.

Riot Games em comunicado.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de League of Legends

João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.