Em uma jornada fenomenal, os jogadores da Vivo Keyd derruba todas as equipes do Top4, se consagrando a nova campeã do VCT Challengers Brasil.

A equipe da Vivo Keyd se tornou a nova campeã do VCT Challengers Brasil! Depois de uma jornada épica, a equipe derrubou as grandes equipes do VALORANT nacional. Gamelanders Blue, Sharks Esports, Team Vikings e FURIA, cada uma delas foram derrubadas pela Vivo Keyd. Para que, no fim, a Havan Liberty, que foi a finalista da chave superior, fosse derrubada também pela equipe.

A partida teve um placar de 3-0, porém mesmo com a vitória absoluta, todos os mapas foram extremamente disputados. Os mapas escolhidos para a disputa foram Split, Bind, Icebox, Ascent e Haven, sendo apenas os três primeiros jogados. O mapa da Breeze foi banido pela Havan Liberty, que tinha prioridade na escolha entre banimento e escolha de mapa.

Confira como foram os mapas.

Primeiro mapa – Split

Split é um mapa pouco visto no cenário competitivo brasileiro. Muitas equipes não costumam escolher o mapa por conta de ser considerado unilateral. Além disso, as estratégias adotadas no mapa acabam não encaixando no perfil brasileiro, que é muito voltado em confrontos rápidos e certeiros.

O maior erro, por parte da equipe da Havan Liberty nesse mapa, se deu pela facilidade do jogador Olavo “heat”, fazer suas entradas. É de conhecimento geral que o heat é um jogador fora da curva. A forma na qual ele executa suas jogadas com a agente Jett, é algo raro de se ver.

A primeira metade foi uma defesa da Havan Liberty, que conseguiu, em partes, segurar alguns ataques. A defesa composta por dois agentes do tipo Sentinela, conseguiu parar alguns avanços. Portanto, não foi o suficiente, pois os jogadores da Keyd terminaram num 7-5 e conseguiram, mesmo que por pouco, uma vantagem.

A virada de lados foi totalmente emparelhada, com ambas as equipes conseguindo boas rodadas. Entretanto, por conta da vantagem adquirida na primeira metade, a Vivo Keyd conseguiu sair com a vitória. O mapa terminou em 13-11.

Segundo mapa – Bind

Bind foi um mapa bem acirrado, com as duas equipes jogando o seu máximo. Tanto que o mapa foi para a prorrogação, que chegou a durar boas rodadas. As duas equipes adotaram estratégias que se divergiam, apostando no melhor que cada um podia oferecer.

Os jogadores da Keyd apostaram numa estratégia de controle de região por parte de dano. Além de aproveitar dos famosos ‘pixel pós plant’ com agentes que usam de habilidades de dano. Enquanto isso, a Havan optou por jogar numa estratégia de controle, porém usando os famosos três iniciadores. A estratégia foi usada em diversas partidas e teve excelentes resultados.

As duas partes do mapa foram bem semelhantes, com as duas equipes quase fazendo pontuações espelhadas. No fim das contas, foram duas metades com 6-6, chegando a prorrogação. Durante a prorrogação, somente os ataques estavam se sobressaindo, com as duas equipes fazendo, num total de cinco ataques bem sucedidos. Porém, no final, a Vivo Keyd fez uma boa defesa e conseguiu mais uma vitória, num mapa terminado em 16-14.

Terceiro mapa – Icebox

O terceiro e último mapa entregou exatamente o que se era esperado, mais um jogo equilibrado. As duas equipes estavam a todo vapor, buscando objetivos distintos. A Vivo Keyd buscava a vitória do mapa e do campeonato, enquanto que, a Havan Liberty buscava a sua sobrevivência. Tivemos, novamente, uma prorrogação, mostrando como que ambas as equipes estavam sedentas.

Por ser a Icebox, era esperado que o ataque tivesse mais vantagens. O mapa possui um sistema de ataque muito propicio para o ‘pós plant’, principalmente na área B. Essa região possui um bom controle, por parte do ataque, que consegue plantar a Spike tranquilamente, além de conseguir defende-la. Com isso em vista, os resultados de 7-5 nas duas partes do mapa, mostram a confirmação.

Portanto, essa prorrogação foi bastante rápida, pois a Vivo Keyd fez duas rodadas logo em sequência, fazendo um 14-12. Com esse resultado, a equipe se consagrou campeã do VCT Challengers Brasil: Series 3, numa sequência absurda de vitórias.

Ao fim, o jogador Jonathan “JhoW” falou um pouco sobre a vitória. A entrevista foi realizada durante a transmissão oficial. Confira:

Vitória da Vivo Keyd

Além do título, a equipe foi classificada para o VCT Masters, que vai acontecer em Berlim, entre os dias 10 e 19 de setembro. A sua premiação foi de R$60 mil reais e a equipe terá um chaveamento melhor durante o sorteio do Masters. Ainda não foi divulgado o formato e os demais detalhes do campeonato, assim que for liberado, iremos informar no nosso blog.

As reações dos jogadores pela vitória foram bem grandes, com todos mostrando a felicidade. A jornada de todos eles foi algo memorável, vindo de uma equipe formada pouco tempo antes do VCT Challengers, durante a Copa Rakin. Fora que, a equipe foi formada por jogadores vindos de outras equipes, os famosos ‘quicados’.

Fique ligado no esports.gg para mais notícias e novidades de VALORANT.

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT. Experiência em portais como Globo Esporte e passagem em times de esports.