A Riot Games aplicou punição no time brasileiro por uso de um exploit.

A Riot Games invalidou a vitória Vivo Keyd sobre a ACEND no VALORANT Champions. O time brasileiro venceu o confronto em formato MD3 (melhor de três) pelo placar de 2-1. A nota publicada sobre a punição informa que o time brasileiro usou um exploit, posicionando a câmera do agente Cypher em um lugar que dá vantagem indevida. 

A desenvolvedora anulou os seis rounds em que a Vivo Keyd fez uso do exploit e concedeu os pontos para a ACEND. Além disso, foi dado um round extra para o time europeu sob a justificativa de compensar o impacto econômico obtido pela suposta vantagem.

A decisão foi considerada controversa pela comunidade e pelos jogadores, que se manifestaram sobre o caso em suas redes sociais e levantaram a hashtag #justiceforkeyd em apoio ao time brasileiro. Depois de toda a repercussão negativa, a Riot informou na manhã deste sábado que está revisando a aplicação da penalidade.

Se a decisão for mantida, a Vivo Keyd enfrentará a X10 na chave inferior valendo a permanência no torneio. Enquanto a Acend enfrentará a Envy na chave superior do torneio.

Fique ligado no esports.gg e acompanhe todas as notícias sobre o Champions Tour e as novidades de VALORANT.

João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.