Em uma carta aos fãs, Melanie “meL” Capone, do Cloud9 White, falou sobre suas motivações, competir contra os melhores do mundo e saber o que é melhor para seu futuro financeiramente.

O esquadrão feminino Cloud9 White de VALORANT tem sido uma força na América do Norte recentemente coroado Campeão do Gamechangers. Em um evento que viu o c9w não largar um único mapa e terminar com um incrível diferencial de +52, fica evidente quem comanda o show. Cloud9 White continua a tendência de domínio como a equipe com melhor desempenho feminino em uma região densa de jogadores talentosos. Pouco depois, c9w meL foi às mídias sociais para explicar sua motivação e objetivos para o futuro.

Esta cobertura é fornecida pela Women in Games International.

A motivação inflexível de meL

Com base no sucesso de Cloud9 White, os fãs do fandom de VALORANT se perguntaram se suas aspirações vão além de Gamechangers.

A discussão se voltou para saber se ela estaria ou não disposta a pular para uma equipe centrada em homens para competir no VCT.

Além disso, o debate se concentrou em suas finanças enquanto fãs mal informados na esfera da mídia social tagarelavam sem parar sobre sua carreira. Em um Twitlonger, ela respondeu diretamente à polêmica e expôs suas motivações, tirando qualquer dúvida.

“Em relação à minha motivação individual, quero ser a melhor”, disse meL no post. “Meu objetivo é vencer grandes campeonatos e competir com os melhores jogadores do mundo, seja com Cloud9 ou em outro lugar no futuro. Se você não acha que sou capaz de fazer isso, agradeço fortemente suas críticas e dúvidas.”

O que vem a seguir para o c9w meL?

Acima de tudo, meL é uma concorrente. Ela se esforça para ser reconhecida como a melhor do mundo. Não importa se está sob o banner Cloud9 ou outra organização de esports. Além disso, ela enfatiza o fato de estar na melhor posição para tomar decisões por si mesma. A ideia da comunidade ditando suas escolhas é uma jogada terrivelmente ruim.

“O que me importa, no entanto, é deixar meus objetivos e motivações perfeitamente claros: não estou competindo pelo dinheiro, ou pela premiação do GC, ou sendo a “melhor jogadora” ou estar no “melhor time feminino” – e nem meus companheiros de equipe.

Não sou uma pessoa complacente, não estou satisfeita e tenho metas muito íngremes para mim. Agradeço a todos discutindo apaixonadamente sobre o que é melhor para mim financeiramente, mas prometo a todos que vou conseguir me manter à tona e não há ninguém em melhor posição para entender meu valor e potencial de ganhos do que eu no momento.”

c9w meL sobre a discussão sobre sua carreira

Domínio do Cloud9 White de meL na cena Gamechangers

Recentemente, a C9W levou seus talentos para as qualificatórias do Champions Tour North America Stage 2: Challenger. Em uma partida de Gamechangers, eles testaram suas habilidades contra as melhores equipes masculinas de VALORANT da América do Norte. Sua corrida terminou em 2-2, caindo para uma das 20 melhores equipes norte-americanas da GenG e para as Girl Kissers.

Essa corrida de suporte acabou gerando discussão em torno da C9W, focando especificamente em sua estrela Sentinela, Mealine “meL” Capone. Para muitos, meL é considerada a melhor jogadora do jogo.

Mel possui uma habilidade mecânica ridícula e maior consciência posicional do que quase qualquer Sentinela, homem ou mulher. Ela se destacou com Chamber durante a Gamechangers, colocando mais de 300 ACS em todas as partidas e terminando com uma taxa média de mortes acima de 20.

A perspectiva de meL continuar a competir e melhorar contra os melhores talentos da América do Norte é uma premissa empolgante. Depois de um desempenho decente na primeira semana, o c9w entra na briga novamente na rodada de 128 contra o TEN-5 no dia 5 de maio às 15h PST.

Tradução: Márcio Pacheco

Blake Van Poucke -

Blake Van Poucke

| Twitter: @TokyoDown

Blake Van Poucke is a Valorant writer at esports.gg. He found esports through the early days of MLG and the Super Smash Bros Melee scene. He's been competing and writing about esports dating back to 2008. He has written for several publications and wishes to return to in-person esports events in 2022