O botlaner do Evil Geniuses, Danny, sentou-se para discutir suas primeiras cinco semanas no LCS, juntamente com a recepção dos pais ao entrar no eSports.

Após um começo 0-3 para a divisão de verão do LCS de 2021, os Evil Geniuses estão começando a ganhar terreno na classificação do campeonato. Agora com 19 vitórias, a equipe está se projetando para cima, conforme o Round Robin atinge seu halfway point. No meio de tudo isso está EG Danny, o botlaner novato da equipe.

Nesta entrevista, conversamos com EG Danny para falar sobre suas primeiras cinco semanas no LCS, bem como alguns desafios que ele enfrentou na escola e no eSports. 


Do ponto de vista do espectador, vimos performances impressionantes realizadas por você esta semana. Fale sobre como está sendo sua adaptação ao estágio LCS.

EG Danny: As primeiras semanas foram difíceis, como era esperado. Ninguém deveria ter um cenário realmente limpo e confortável no palco como um novato, então eu achei que isso era normal. Quando entramos nas semanas 3, 4 e 5, sinto que me adaptei bem ao estilo de vida do LCS. Estar no palco não me deixa tão nervoso como pode ser para outras pessoas. Acho que estou bem confortável no palco agora. Confio nos meus companheiros e sinto-me confiante no meu próprio jogo. 

Danny após uma vitória no 2021 LCS Summer Split.
Quero falar sobre esse ambiente de equipe, porque parece um ambiente agradável para você crescer. Quando você se juntou a esta formação, quais foram alguns dos seus medos em saber que jogaria com jogadores veteranos como estes? 

EG Danny: Acho que foi chocante estar em uma lista com uma tonelada de veteranos. Obviamente, Impact é um nome muito grande, pois ele ganhou o Campeonato Mundial. Todos os meus outros companheiros de equipe já foram para mundiais antes também. É definitivamente interessante olhar para trás e pensar, como um novato de 17 anos, que eu me juntaria a essa formação. Foi realmente irritante. (Risos) Parecia que eu precisava aparecer porque não há desculpas com essa equipe.


Você é realmente um jogador muito jovem. No LCS, não vemos mais muitos jovens de 17 anos entrando no campeonato. Da perspectiva de seus pais, qual foi a reação inicial quando você contou a eles sobre o LCS? 

EG Danny: Faço isso desde os seis anos. Eu ficava no computador todos os dias e meus pais sempre tinham preocupações. Eles diriam, as pessoas não devem gastar muito tempo nisso, talvez duas a três horas no máximo. 

Companheiros de esquipe de Danny, Svenskeren and Ignar.

Quando souberam da minha oportunidade no eSports, começaram a se interessar. Antes disso, eles não sabiam nada sobre League of Legends. Eles só sabiam algumas coisas por causa do meu irmão mais velho. Agora que estou no LCS, eles estão super investidos, assistindo meus jogos, do LCS e até do MSI. Eles estão a bordo com tudo isso agora, o que me deixa feliz. 


Quando o eSports se tornou algo na cabeça deles? Tudo isso veio do Evil Geniuses procurando você para se juntar ao EG Prodigies? 

EG Danny: Foi quando entrei para a EG Prodigies e precisei assinar um contrato e explicar a eles o que era o eSports. Eu disse aos meus pais que tinha uma ótima oportunidade para que isso se transformasse em um trabalho bem legal. Acho que foi quando tudo aconteceu. Eles não entenderam a princípio e estavam céticos.

Entrei dois meses após o início do meu último ano, em novembro, durante o free agency. Eles contrataram um monte de gente, desde amadores, para o time.


No ensino médio, parece que o primeiro ano é extremamente importante. Como foram as conversas sobre sua futura carreira com seus pais?

EG Danny: Eu realmente não mencionei o eSports para eles no meu primeiro ano. Obviamente, o coronavírus estava se espalhando selvagemente e eu só queria me concentrar na escola para poder passar aquele ano. Eu sei, o primeiro ano é definitivamente um dos anos mais difíceis do ensino médio. O último ano foi realmente bem mais fácil. Eu estava indo bem na escola. Tive boas notas e estava muito feliz com elas. No último ano, comecei a cair por causa das aulas online. Não gostei da atmosfera de estar assistindo aulas pelo Zoom. Isso me levou a me concentrar principalmente em League of Legends. Felizmente, tive a oportunidade de jogar pela Evil Geniuses. 

Equipe da Evil Geniuses após vitória.
Você já jogou League of Legends quando estava em aula?

EG Danny: (Risos) Não, eu não era tão ruim assim na escola. Eu ainda estava tentando passar em todas as minhas matérias. Na verdade, quase falhei na aula de inglês durante o último ano e eles não ficaram felizes. Não sou fã de inglês. (Risos)

Qual é a sua matéria favorita?

EG Danny: Minha matéria favorita é matemática. Se fosse uma aula de matemática difícil, eu ainda teria um ótimo desempenho nas aulas.

Você já fez o SAT (Scholastic Aptitude Test – Teste de Aptidão Escolar)?

EG Danny: A escola tinha pequenos intervalos onde as pessoas podiam fazer o SAT. Haviam salas designadas onde as pessoas poderiam fazê-lo. Eu realmente não fiz o SAT. Meu objetivo nunca foi entrar na faculdade. Candidatei-me a algumas, mas não pensei muito nisso. Eu confiei no fato de que poderia ter conexões para entrar no cenário de League of Legends. Vários streamers sabiam do meu nome, o que me deu esperança. Honestamente, estou apenas tirando sorte. 


Me fale mais sobre a vida após a formatura e sobre ser capaz de se concentrar apenas em League of Legends agora 

EG Danny: É uma sensação muito estranha. Quando as aulas acabaram, me senti muito perdido, porque não tinha mais ideia do que fazer. Eu estava focando principalmente na escola e em League of Legends. Além dessas duas coisas, eu estava apenas tentando ter um bom descanso, certificando-me de me alimentar bem, além de aprender novos hobbies. Quando as aulas terminaram, muita coisa foi tirada da minha agenda, me deixando com muito tempo livre. Eu estava realmente entediado e não tinha nada para fazer. Estava procurando algumas oportunidades de fazer algo com meus companheiros de equipe, mas é difícil. Não há muitas coisas para fazer agora.

Eu fazia outras coisas e dedicava muito tempo às redes sociais, como o twitter e até mesmo o tik tok. Também tentei encontrar novos jogos para jogar na Steam. Ainda estou procurando (risos), mas sinto que minha agenda está ficando mais preenchida agora. 

Você tem alguma palavra final para os fãs do Evil Geniuses e para os novos fãs de Danny?

EG Danny: Na verdade, não. (Risos) Eu não tenho muitos pensamentos na minha cabeça agora. 


Fique ligado em Esports.gg para as últimas notícias e destaques sobre League of Legends. 

As fotos são cortesia de espat.ai.

Tradução: Alexandre Silva

Sage Datuin - Writer of the Month: June

Sage Datuin

Writer of the Month: June | Twitter: @sagedatuin

Sage been following esports since high school and has remained a massive fan ever since. When he's not working he likes to work out, knit and overthink things..