Apesar de obter a chave mais difícil possível, a ENCE continua sua forte forma e conquista o slot das finais da primavera. #EZ4ENCE

A ENCE fará a sua estreia em palco na Altice Arena, em Lisboa. Apesar de um começo terrível nas finais, a ENCE conseguiu se manter composta e vencer no Blast Premier Spring Showdown EU.

Longe do EZ4ENCE no Blast Premier Spring Showdown EU

Em todas as fases da chave, a ENCE conseguiu o oponente mais difícil possível. Começando contra o Copenhagen Flames. Os Flames estavam saindo de uma corrida RMR impecável, onde garantiram uma vaga de 3-0 Legends. O ENCE começou com uma vitória por 16-7 sobre o Vertigo, mas foi para trás quando o Flames venceu o Mirage. No entanto, apenas um poderia prosseguir no Blast Premier Spring Showdown EU e o capitão da ENCE Snappi liderou sua equipe na frente, garantindo a vitória da série com um forte Ancient.

Então veio o teste mais difícil da ENCE – uma partida contra Heroic. Chegando, Heroic era o maior favorito para o evento. Neste ponto, no entanto, isso parece um cenário de falha garantido para Heroic. Desde o início, Heroic estava no backfoot, deixando a ENCE construir uma monstruosa metade T-side de oito rodadas em Ancient. ENCE então mostrou a todos como o CT Ancient é realmente jogado, vencendo o mapa por 16-9.

Por sua própria escolha, Heroic ainda parecia abalado. A ENCE conseguiu erguer uma parede ao vencer 10 rodadas do CT no Overpass. Heroic, no entanto, finalmente aumentou no segundo tempo, com quatro jogadores postando uma classificação superior a 1,20. Isso significava que, apesar dos melhores esforços de Maden, Heroic levou o mapa com um 16-13.

Falha para Heroic

Os problemas de Heroic no lado T não terminaram aí. Mirage deveria ser a decisão do meio-campo, mas acabou sendo a caminhada casual da ENCE para as finais. 13 rodadas do CT significavam que não havia nada que Heroic pudesse fazer, exceto assistir enquanto a ENCE avançava para as finais do Blast Premier Spring Showdown.

Astralis começa forte, mas ENCE prevalece

A Astralis teve seu quinhão de jogos fortes ao vencer o Movistar Riders e o NIP por 2-0. Mas neste jogo, ENCE era o favorito. E a Astralis imediatamente jogou essa ideia pela janela. Nove rodadas consecutivas de CT, 31-5 para BlameF, ENCE não teve chance. Os músculos maciços de BlameF pulverizaram a seleção internacional em sua escolha de mapa, assumindo a liderança do jogo com um jogo de 16-3.

Para equipes como Heroic, perder dessa maneira significaria o fim do jogo. Mas Snappi usou sua década de experiência e galvanizou sua lista entrando na escolha de Ancient da Astralis. Onde BlameF deu um passo para trás, k0nfig e Farlig assumiram a postagem de 44 mortes combinadas. Apesar da desvantagem do poder de fogo, a ENCE manteve seu lado indomável de CT em Ancient. 10 rodadas, deu-lhes algum espaço para trabalhar e eles capitalizaram para obter uma chance final no trono da Blast Premier Spring Showdown.

ENCE no Nuke é um dos combos taticamente mais emocionantes de assistir. O jogo foi o mais próximo possível, com performances individuais massivas, margens mínimas, garras incríveis, tudo junto para criar um jogo que esteve à altura do faturamento das finais. O ENCE começou bem o lado do CT e venceu nove rodadas, mas a metade poderia ter sido muito mais limpa se não fossem as rodadas heróicas do trio de estrelas da Astralis.

No final, porém, a ENCE teve algumas atuações bonitas de Snappi e venceu por 2 a 1. Uma corrida perfeita culminada com uma enorme vitória de retorno, isso é exatamente o que precisávamos da ENCE para começar a discutir sua posição como um verdadeiro candidato.

ENCE no Blast Premier Spring Finals Lisboa

A ENCE fará a sua estreia nos palcos no Blast Premier Spring Finals Lisboa. Com a vitória no Spring Showdown EU, resta apenas uma vaga na Altice Arena. Furia levará a vitória do NA? Ou a paiN prevalecerá ao derrotar Liquid e Furia para garantir seu lugar em Lisboa? Fique ligado no Esports.gg para descobrir.

Tradução: Márcio Pacheco

Arnav Shukla - Writer of the Month: July

Arnav Shukla

Writer of the Month: July | Twitter: @xL_csgo

I am a hardcore Counter-Strike fan who loves to watch and write about CSGO. A student of the game's history and a bad player in game.