A Forg Gang ganhou três jogos consecutivos para ser coroada campeã do BLAST Titans em julho. Conversamos com o homem responsável pela vitória em um 1×2, Jordan “Legitlolly” Matthews, sobre o evento, os mapas, a temporada 10, assistência de pontaria e por que raios sua equipe se chama Forg Gang.

Além de terminar recentemente um Bacharelado em Ciência da Computação, Jordan “Legitlolly” Matthews, de 22 anos, também foi o vencedor do torneio Apex Legends BLAST Titan e recebeu US$ 23.000. O jogador britânico, que compete sem contrato pela equipe Forg Gang, fez história com clutch 1v2 no sexto jogo das Finais para garantir a vitória. Jogando ao seu lado na Forg Gang estavam o francês Romain “row” Daly e o holandês Kai “Faenex” van Duppen, de 24 anos.

A Forg Gang teve um um começo turbulento no BLAST Titan Battle Royale, apenas conseguindo passar pelas fases de grupo. No entanto, quando chegou o último dia, eles terminaram em alta e venceram três partidas seguidas para conquistar o título. Conversamos com Legitlolly em sua primeira entrevista oficial após a vitória no torneio.

O que é Forg Gang? 

Malystryx: Primeiro, por favor explique como diabos você chegou ao nome Forg Gang.

Legitlolly (Forg Gang): Quando criamos o time, nós pensamos em dar um nome, mas não tínhamos nenhuma ideia. Então perguntei à minha namorada, que gosta muito de sapos. Há um meme de um sapo muito mal desenhado e com o nome errado. Então é isso e é uma gangue só porque somos três. Minha namorada também desenhou o logotipo que temos agora. 

Malystryx: Quais são as vantagens de ser uma equipe sem organização? Como tem sido para vocês?

Legitlolly (Forg Gang): Estou morando na casa de um amigo no momento, então só pago contas. Não estou preocupado com minha situação financeira e estou gostando de não ter que dar uma parte dos meus ganhos a ninguém no momento. Estamos esperando o próximo Circuito ALGS para que nomes maiores entrem em cena e, com sorte, tenham interesse na gente. Estamos procurando uma organização que possa construir nossas redes sociais, então, em vez de entrar em uma organização menos, estamos felizes em continuar jogando sem organização para nos juntarmos à uma maior, se isso for possível. No momento, estamos tentando construir nossa reputação um pouco mais.

legitlolly shared the inspiration for Forg Gang
Legitlolly disse que o nome do time foi inspirado em um meme e sua namorada criou a logo oficial da equipe.

LegitLolly na vitória do BLAST Titans e o difícil início

Malystryx: Do ponto de vista de um espectador, vocês não pareciam ter um torneio particularmente bom até o último dia. Eu estava pensando se há algo a mais nisso, porque a diferença foi enorme nas finais.

Legitlolly (Forg Gang): Definitivamente há um pouco de história por trás disso. Desde o ALGS, só jogamos juntos por uma semana, o que foi há mais de um mês por causa de dificuldades técnicas. Depois daquela semana, Faenex teve sua conta hackeada e eles estavam mudando sua senha até cinco vezes por dia, mais ou menos a cada duas horas. Isso durou cerca de uma semana. 

Depois que Faenex recuperou sua conta, jogamos por alguns dias, então a GPU do PC do Row quebrou, e ele não conseguiu uma nova high-end.

Como resultado, Row não jogou por duas semanas e treinamos apenas dois dias antes do BLAST. Indo para o BLAST, estávamos enferrujados com a nossa composição e, honestamente, passamos raspando pelos grupos e chaves.

Na fase de grupos, o PC do Row ainda estava quebrado e ele pegou emprestado um computador para o primeiro dia. Para o jogo na chave superior, seu PC estava de volta, mas ainda não estava funcionando. No primeiro jogo da chave superior nós apenas jogamos mal, foi sobre a gente. No segundo jogo, Row caiu e jogamos em dupla. Depois disso, o computador dele não ligava, então jogamos os dois últimos jogos como dupla. Nós literalmente não conseguimos jogar o jogo da primeira parte da chave superior. Nas finais, voltamos ao nosso lugar trabalhando juntos e corrigindo nossos erros, e conseguimos superar com a vitória tripla.

No segundo jogo, Row caiu e jogamos em dupla. Depois disso, o computador dele não ligava, então jogamos os dois últimos jogos como dupla. Nós literalmente não conseguimos jogar o jogo da primeira parte da chave superior. Nas finais, voltamos ao nosso lugar trabalhando juntos e corrigindo nossos erros, e conseguimos superar com a vitória tripla.

Legitlolly sobre a dificuldade na fase de grupos e nas eliminatórias

Malystryx: Fale sobre as finais do BLAST. Vocês passaram por uma parte dos playoffs jogando em duplas em um torneio de trios. Como tudo deu tão certo para vocês, no seu ponto de vista? 

Legitlolly (Forg Gang): Acho que no início do torneio estávamos enferrujados. Acho que Faenex disse em sua entrevista que nós originalmente concordamos em considerar o BLAST Titans como prática, porque é o único grande torneio que temos antes da próxima temporada da AGLS. Não tínhamos sido capazes de treinar o suficiente e entre os jogos apenas discutimos quais partes precisávamos melhorar, já pensando na próxima temporada.

No quarto jogo das Finais, estávamos na zona que o jogo terminaria mas sem nenhuma cura. Felizmente o círculo nos puxou e conseguimos ganhar aquele jogos – nós apenas nos aproveitamos desse impulso.

Depois disso, ficamos tipo: “bem, se ganhamos esse, vamos ganhar o próximo”. Nossa mentalidade durante toda o tempo foi com o formato match point: não importa o quanto você está indo mal, se você apenas ganhar todos os jogos, então você vai vencer.

Malystryx: Três vitórias seguidas para conquistar o título não é algo fácil. O jogo da vitória acabou com você em uma situação de 1×2. O vídeo agora é famoso, mas o que eu amo sobre esse clipe é que, no início, você estava concentrado no EVA-8, mas então você saca a AR e faz tudo acontecer. Na entrevista pós-jogo, Faenex disse que ele e Row estavam dizendo para você ir devagar. Você pode nos dizer como você se sentiu naquele cenário final de jogo?

Legitlolly (Forg Gang): Para começar, eu odeio EVA-8 sem Shotgun Bolt, mas honestamente eu estava meio trêmulo e nervoso naquele tiroteio de qualquer maneira. Eu sabia que se conseguisse, acabaria. As vitórias consecutivas não tinham sido feitas antes para um match point. Eu vi a Valkyrie ultar no céu, como se já estivesse morta. Acabou. Então foi tudo naquele um contra um e eu sabia disso.

Eu só fiquei um pouco trêmulo e minha equipe estava dizendo: “calma, tudo bem, você consegue”. Depois que eu ouvi isso, eu relaxei. Eu estava quieto, calmo e só queria ter certeza que estávamos definitivamente ganhando o jogo. Então eu soltei um grito que meio que arruinou tudo para minha namorada e meu companheiro de quarto, que estavam assistindo com cinco minutos de atraso.

Então eu soltei um grito que meio que arruinou tudo para minha namorada e meu companheiro de quarto, que estavam assistindo com cinco minutos de atraso.

Legitlolly sobre o clutch 1v2 que deu a vitória no campeonato

Legitlolly no formato BLAST Titans e Olympus vs Confins do Mundo

Malystryx: Eu adoro isso. A BLAST é conhecida em outros jogos de esporte como organizadora de torneios, especialmente em CS:GO. O que você achou do formato geral deles? Hakis, da Alliance, comentou sobre não gostar de haver mais de um mapa.

Legitlolly (Forg Gang): Honestamente, eu sinto que as competições de Apex Legends seriam melhores com dois mapas, porque é um pouco obsoleto ter que jogar o mesmo mapa o tempo todo. Precisamos de mais prática em outros mapas porque o Olympus eu achei meio aleatório. As pessoas tentaram jogar como se fosse Confins do Mundo e acho que é por isso que se sentiram desconfortáveis com o formato. Concordo que deveria haver outro mapa, mas precisa haver uma maneira de integrá-lo bem e gradualmente, não apenas jogá-lo na nossa cara.

Malystryx: Eu sou Gold 3 no momento, longe de ser um profissional. Para um jogador comum como eu, qual é a diferença entre Olympus e Confins do Mundo de um ponto de vista competitivo?

Legitlolly (Forg Gang): Em Olympus, você realmente precisa se comprometer com sua composição. Ou você se concentra em eliminações, como uma farra de assassinatos, ou você joga em um lugar que sabe que pode rotacionar para a zona segura. Em Olympus, você tem que escolher um bom lugar. Em Confins do Mundo, por exemplo, se você for pego na rotação, ainda há muitas coberturas que você possa usar. Olympus é muito aberto, por isso é mais punitivo se você estiver em uma posição ruim. Então você tem que estar muito ciente sobre o que está fazendo, porque algumas coisas que você poderia se safar em Confins do Mundo, você não poderá em Olympus.

Em Confins do Mundo você pode usar bolha e acessar um portal para um edifício se estiver jogando de Gibraltar e Wraith. No entanto, se você for pego em um lugar ruim em Olympus, não há nada no alcance do portal. 

Em Olympus, você tem que escolher um bom lugar. Em Confins do Mundo, por exemplo, se você for pego na rotação, ainda há muitas coberturas que você possa usar. Olympus é muito aberto, por isso é mais punitivo se você estiver em uma posição ruim.

Legitlolly comparando Olympus e Confins do Mundo

LegitLolly na 10ª temporada, Valkyrie e assistência de mira no console na ALGS

Legitlolly, da Forg Gang

Malystryx: O que você está ansioso para a 10ª temporada em termos de mudanças nas Lendas?

Legitlolly (Forg Gang): Estou muito animado para ver Horizon de volta – eu era um dos jogadores originais de Horizon quando ela saiu. Aparentemente ela pode se mover mais em seu elevador de gravidade, então eles estão revertendo um nerf que deram à ela. 

Estou muito animado para ver como isso vai acontecer, porque ela tem algumas interações muito divertidas com outras Lendas. Depois que nerfaram Gravity Lift, você ia para cima mais devagar e poderia apenas ficar radiante, o que era inútil. Antes você podia subir rápido e strafar sem se machucar.

Malystryx: Havia muitas Valkyries nas finais, algo como 13 ou 14 das 20 equipes. O que você acha disso? Ela é OP (overpowered)?

Legitlolly (Forg Gang): Eu acho que Valkyrie é realmente muito forte, mas não diria que ela é overpowered porque você sacrifica muito para executar uma Valkyrie. Em nossa composição estávamos executando Valk, Gibraltar e Caustic. Não tínhamos como reunir informações. Crypto tem seu drono. Bloodhound tem uma varredura, mas a única maneira de obter informações com uma Valk é quando você está comprometido com o ultimate. Então você tem que tomar decisões na hora certa. Se você pode fazer isso, então ela é muito forte, mas eu não diria OP.

Malystryx: O segundo ano da AGLS abrirá um campeonato crossplay entre jogadores de plataforma e console. Como você vê essa mudança?

Legitlolly (Forg Gang): Quero dizer, enquanto eles estão na mesma assistência de mira que os jogadores de PC, eu não me importo, Há uma escala de força de assistência de mira de zero a um, onde um é como aimbot e zero é nenhuma assistência. Se não me engano, nessa escala a assistência é 0.4 para PC, mas no console é 0.6

Se os jogadores de console jogarem com a mesma assistência de mira que os de PC na ALGS, na minha opinião eles estarão em desvantagem. O console é pior que PC e eles terão um FPS inferior. O único benefício que teriam era a melhor assistência de mira, mas eles sequer terão isso.

Estou mais preocupado com a disponibilidade de pacotes de strike, que são realmente populares na comunidade de consoles. Pacotes de strike são módulos físicos que você pode adicionar ao seu controlador, e Apex é bastante conhecido por ter uma má detecção de trapaças. Então, eu só espero que eles não diluam nossos torneios, porque há apenas três LANS este ano, então a maioria dos eventos será online.

Se os jogadores de console jogarem com a mesma assistência de mira que os de PC na ALGS, na minha opinião eles estarão em desvantagem. O console é pior que PC e eles terão um FPS inferior. O único benefício que teriam era a melhor assistência de mira, mas eles nem sequer terão isso.

Legitlolly sobre os jogadores de console no segundo ano da AGLS

Malystryx: Alguma palavra final para os fãs da Forg Gang?

Legitlolly (Forg Gang): Então, agora eu terminei meu curso e estou planejando tirar um ano para me dedicar à Apex Legends. Estou tentando conseguir um PC para fazer streams constantemente. Tentarei transmitir torneios online sempre que puder. Além disso, confiram meu companheiro de equipe, Faenex, ele transmite na Twitch.

Faenex é o maior streamer entre nós três, e ele foi campeão mundial em Paladins pela Na’Vi antes de se mudar para Apex. Uma vez que eu finalmente resolver a questão do meu PC, farei streams também. Espero que vocês nos apoiem!

Tradução: Alexandre Silva

Filed Under
Lawrence

Lawrence "Malystryx" Phillips

Director of Content | Twitter: @MalystryxGDS | Twitch: MalyPlays

Malystryx is a content creator, journalist, interviewer, and personality. He has been involved in the esports scene since 2004 and has worked with many different organizers and portals, including SK Gaming, ESL, Dexerto, GINXTV, Razer and Monster Energy. Malystryx was also a broadcast talent on Valve's Dota 2 Pro Circuit over the last few years, creating on-site video content for PGL and Starladder. In his spare time he streams on Twitch as MalyPlays.