Primeira rodada do grupo B aconteceu no último domingo (15)

O primeiro fim de semana da segunda etapa do Challengers do VCT BR se encerrou no último domingo (15), com vitórias da Ninjas in Pyjamas (NIP) e MIBR vencendo em suas estreias. Os Ninjas bateram a Liberty, enquanto a MIBR venceu a Vivo Keyd. Confira um breve resumo das duas partidas do domingo.

Vivo Keyd x MIBR

A primeira partida foi entre Vivo Keyd e MIBR, duas equipes que passaram por mudanças, mas em realidades diferentes. De um lado a VK, que foi a terceira colocada da primeira edição do VCT BR, fez duas mudanças consideráveis ao trocar v1xen e JhoW por RgLMeister e rhz.

Já do outro lado, a MIBR chega à Fase de Grupos, do VCT BR pela primeira vez. Na primeira edição, a equipe foi eliminada pela TBK Esports durante as Classificatórias Fechadas. Apostando num nome muito forte do cenário, frz chega a equipe para fazer dupla com o seu antigo companheiro de Team Vikings, gtn.

Pelo lado da torcida, o barulho que a VK fazia era muito maior. A equipe foi aos palcos com um certo favoritismo, principalmente por conta dos seus resultados passados. Além disso, a falta de participação da MIBR na primeira edição foi crucial para um favoritismo da Keyd.

Porém, a realidade foi outra. Com uma estreia de respeito, a Made in Brasil saiu com a vitória por 2×1, nos mapas da Bind, Haven e Icebox.

Bind

O primeiro mapa foi uma escolha da Vivo Keyd, que chegava com algumas inovações. A principal delas foi a mudança de funções do mwzera. O jogador, que atuava como um Iniciador/Duelista, passou a jogar com mais foco na função de Duelista, deixando o seu Sova como segunda opção. Já heat, que era a Jett da equipe, passou a jogar mais ativamente de Chamber, mostrando a sua preferência de uso da Operator.

Na fase de escolha de agentes, ambas as equipes chegaram com composições espelhadas. Raze, Chamber, Skye, Brimstone e Viper foram os picks dos times. Esses agentes são bem fortes nesse mapa, pois conseguem atuar com entradas rápidas nos bombsites.

Sendo uma escolha da VK, a MIBR escolheu começar defendendo. E foi no seu lado inicial que a equipe brilhou mais. Com defesas absurdas, a equipe conseguiu sair na frente, por 10-2, deixando a VK numa situação complicada. Quando os lados viraram, a Vivo Keyd até tentou se reerguer, mas a vantagem da MIBR foi grande demais. Vitória da estreante em 13-5.

Haven

Haven foi o mapa de escolha da MIBR e de vitória da Vivo Keyd, ou seja, equipes trocando resultados nos mapas adversários. Novamente mwzera voltou a aparecer com a sua Raze, mostrando como ele, de fato, abraçou a nova função. Por outro lado, a MIBR surpreendeu ao escolher agentes nada usuais no mapa.

A VK foi para Haven jogando de Raze, Chamber, Skye, Breach e Omen. Uma composição com dois iniciadores, que é focada em avanços e proteções. Além disso, o Chamber tem a importante função de cobrir as regiões e permitir um avanço seguro dos companheiros.

Enquanto isso, a MIBR chegou usando Neon, Fade, Skye, Chamber e Omen. Ou seja, duas das mais novas agentes, Fade e Neon, apareceram. Esse tipo de composição tem a tarefa de conseguir avançar com segurança. A Fade e Skye fazem esse tipo de trabalho, conseguindo informações e segurando regiões chaves.

Começando do lado atacante, a Vivo Keyd a equipe começou com bons avanços, porém a MIBR, na defesa, também fez excelentes jogadas. Não à toa, a primeira metade terminou empatada. Quando os lados viraram, a VK trouxe uma defesa incrível e praticamente impenetrável. A Keyd saiu vitoriosa, com um placar de 13-7.

Icebox

Icebox foi o terceiro e último mapa, levando toda emoção aos limites, uma vez que o confronto aconteceu em LAN. As duas equipes estavam com os ânimos elevados, gritando a todo momento, tentando impactar os seus adversários. Novamente as duas equipes apareceram com composições espelhadas, sem nenhum duelista, mostrando uma nova era da Icebox.

Os agentes jogados foram Chamber, Viper, Sova, Kay/O e Sage. Aparentemente, essa deverá ser a composição padrão do mapa. Tanto a Viper, quanto a Sage, são importantes para proteger regiões. Enquanto Kay/O e Sova são importantes para coletar informações inimigas. Por fim, o Chamber chega cumprindo o papel da Jett, como um agente focado em usar a Operator.

Com um ataque fulminante, a MIBR chegou extremamente forte no mapa. Com avanços rápidos, a equipe conquistou seu espaço em vários rounds e finalizou a primeira metade em 9-3. Quando os lados viraram, esperava-se que a Keyd fosse pressionar por uma virada, porém a equipe estava apagada. O mapa terminou em 13-3 e a MIBR estreou com vitória no VCT BR.

E quem levou o prêmio Radiante da Partida, foi o novato frz. O jogador fez uma partida incrível, jogando de Chamber e Viper. A sua entrada na equipe, mostrou que é uma nova MIBR, com um nível bem alto.

Ninjas in Pyjamas x Liberty

Novamente, duas equipes com novatos nos palcos do VCT BR. Tanto NIP, quanto Liberty, apostaram em novos reforços e buscaram incrementar outras táticas para suas lines. Na NIP, v1xen é o novo reforço, além de JhoW, que chegou para atuar como treinador. Enquanto isso, a Liberty chegou com raafa, um jogador muito forte vindo do cenário de CS:GO.

Mesmo com apenas dois mapas jogados, foi possível ver duas equipes que chegaram para conquistar uma vaga nos playoffs. Tanto na Fracture, quanto na Split, as duas equipes mostraram uma evolução grande em relação aos últimos jogos vistos no mapa.

Fracture

Fracture foi um mapa escolhido pela Liberty, mas quem dominou foram os Ninjas. Usando uma composição bem agressiva, o estilo NIP de jogar continua bem forte. A Liberty trouxe novas táticas, mas o caos da NIP nos avanços foi superior e crucial para a vitória no mapa.

A NIP chegou no mapa, jogando de Neon, Brimstone, Breach, Kay/O e Chamber. O uso da Neon na Fracture é muito forte. A agente consegue se movimentar rapidamente, conseguindo surpreender os adversários. Além disso, o seu Ricochete Elétrico serve como uma habilidade de Iniciador.

Por outro lado, a Liberty apresentou uma composição com Raze, Viper, Brimstone, Breach e Cypher. Esses conjuntos de agentes acabam tendo um estilo de jogo mais lento, focado em cobrir pequenas regiões e com avanço lento. Porém, de acordo com o estilo da Liberty, isso se encaixou muito bem.

A primeira metade do mapa, com a NIP jogando na defesa, foi importante para o resultado final. Isso porque a equipe, logo de cara, trouxe cinco pontos em sequência e continuaram firmes no mapa, não à toa, saíram com uma vitória parcial de 8-4. Quando os lados viraram, a Liberty conseguiu fazer boas defesas, mas a vantagem acabou sendo muito importante e o mapa terminou em 13-9 para a NIP.

Split

O último mapa foi bastante intenso e chegou até mesmo na prorrogação. Por parte dos agentes, foi possível ver duas estratégias diferentes, que mostram, de forma clara, o estilo chave das equipes. Inclusive, a NIP chegou a surpreender ao trazer dois duelistas, algo que, atualmente, não é tão usual.

A Liberty entrou em jogo com uma composição usando Raze, Chamber, Sage, Omen e Skye. O foco da equipe com essa composição era conseguir limpar regiões a distância, com a Raze e Skye, além de fazer avanços seguros, com o Chamber.

Por outro lado, a NIP chegou com Jett, Raze, Cypher, Sage e Omen. Esse tipo de composição é focada em segurar pontos e tentar impedir avanços rápidos. Além disso, a Jett e Raze são bem agressivas, conseguindo ficar em regiões separadas. Por fim, o Cypher fornece uma segurança bem forte, podendo segurar um ponto ou proteger as costas.

O início do jogo parecia bem unilateral. Novamente a NIP se mostrou superior, conseguindo executar ataques bem impactantes. Terminando na frente, por 8-4, os Ninjas viram uma Liberty agressiva no lado lado atacante, que buscava levar o jogo para o terceiro mapa. A NIP chegou a fazer o seu 11º ponto, mas a Liberty foi mais forte e chegou ao map point primeiro. Chegando na prorrogação, as duas equipes estavam bem animadas, tentando inovações. Por fim, a NIP saiu vitoriosa, com um placar de 15-13.

Quem recebeu o Radiante da Partida foi o jogador revelação, cauanzin. O jovem jogador vem se destacando em várias partidas, mostrando que vem forte para os próximos jogos. Ele jogou com Kay/O e Sage, agentes com os quais se destaca, e deixou de lado o Sova.

Próximos jogos

O VCT BR volta no próximo sábado (21), com duas outras equipes estreando: Stars Horizon e TBK Esports. Os próximos jogos serão os seguintes:

Sábado (21)

  • Ninjas in Pyjamas x Vivo Keyd – 17h
  • TBK Esports x MIBR – a seguir

Domingo (22)

  • LOUD x Los Grandes – 17h
  • Stars Horizon x FURIA – a seguir

O VCT BR tem transmissão nos canais oficiais do VALORANT Esports Brasil na Twitch e Youtube. Além disso, diversas Watch Parties estão acontecendo, para saber quais são elas, basta acessar o Twitter oficial da modalidade.

Para não perder nada do mundo dos esportes eletrônicos, fique ligado no Esports GG. Acesse o site, Twitter e Instagram e fique por dentro das últimas noticias do mundo do VALORANT.

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de Esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT.