A Riot anunciou uma mudança inovadora no modelo do VCT estabelecendo três ligas internacionais, um novo modo ranqueado e equipes parceiras.

O cenário competitivo de Valorant está mudando e para melhor. A Riot Games anunciou uma mudança inovadora no modelo do Valorant Champions Tour (VCT), estabelecendo três ligas internacionais, competição presencial semanal, um novo modo ranqueado no jogo e uma bolsa anual para equipes parceiras que passam por um processo de avaliação.

A estrutura do esports de Valorant para 2023. Imagem: Riot Games.

Estamos preparando nossos parceiros de longo prazo para que tenham sucesso, renunciando a quaisquer taxas de inscrição ou participação para as organizações selecionadas. Nosso objetivo é liberar nossos parceiros para investirem seus recursos no suporte a seus profissionais e no crescimento de suas fanbases por meio da criação de conteúdo incrível para os fãs.

Whalen Rozelle, chefe de operações de esports

Em um comunicado divulgado por Whalen Rozelle, chefe de operações de esports, ele falou sobre a nova direção do Valorant Champions Tour (VCT).

“Com Valorant, queremos construir o esport mais emocionante da atualidade ao lado das equipes mais bem gerenciadas, ambiciosas e animadoras da indústria. Projetamos nosso modelo de parceria de longo prazo para Valorant para que as equipes possam prosperar e construir seus negócios junto com o crescimento geral do Valorant Esports. Estamos preparando nossos parceiros de longo prazo para que tenham sucesso, renunciando a quaisquer taxas de inscrição ou participação para organizações selecionadas. Nosso objetivo é liberar nossos parceiros para investirem seus recursos no suporte a seus profissionais e no crescimento de suas fanbases por meio da criação de conteúdo incrível para os fãs”.

O que há de novo no esports de Valorant em 2023?

  • Eventos globais
  • Três novas ligas de alto nível, classificatórias para eventos globais
  • Expansão para as atuais ligas Challengers e Game Changers (mais países e regiões)
  • Um novo modo competitivo dentro do jogo

Ligas internacionais e nacionais no VCT

Três ligas internacionais de VCT recém-criadas serão introduzidas em 2023, compostas por equipes das Américas, Europa e Ásia. Cada liga individual competirá toda semana ao vivo dentro de um estúdio, criando os primeiros eventos de LAN presenciais no cenário Valorant que está crescendo rápido.

A partir daí, as melhores equipes de cada região se classificarão para dois eventos VCT International Masters. A temporada terminará idêntica aos últimos dois anos com os melhores do mundo competindo por um título no Valorant Champions. E pela primeira vez, ocorrerá diante de uma plateia num estúdio, se afastando da estrutura dos Challengers de 2022, mas mantendo grande parte da sua base intacta em termos de eventos de classificação.

Além de uma liga internacional, a Riot está se comprometendo a desenvolver talentos no mercado interno. Com o anúncio de um novo modo de jogo dentro do Valorant, o novo modo forma um caminho direto do jogo ranqueado para o nível profissional. Isso fará com que a transposição das ranqueadas para os profissionais seja mais acessível.

O novo sistema de ranking competitivo de Valorant

Por exemplo, a Riot vem inovando no cenário de esports com League of Legends desde o anúncio da League Championship Series (LCS) em 2012 e agora com Valorant. O lançamento de um novo modo competitivo no jogo será acessível a todos os jogadores da plataforma. Será um tipo diferente de placar de líderes do que o atual sistema ranking do jogo.

Além disso, o objetivo é identificar os melhores talentos internacionais e integrar perfeitamente os jogadores ao ecossistema de esports. Este novo modo complementará os placares de líderes atuais e criará um caminho claro para jogadores talentosos. Isso permitirá que os jogadores experientes desafiem os melhores do mundo de uma maneira muito mais simplificada. Ele fornece mais incentivo para os jogadores mais novos alcançarem seus objetivos e ajudará a construir uma base mais forte para facilitar o crescimento.

Em termos de como o novo modo funciona, as equipes mais bem posicionadas no ranking no jogo terão a oportunidade de desafiar as melhores equipes da região. A mudança de tendências mostra que a Riot está investindo na construção do lado esports de Valorant. Há um claro compromisso em tornar os esports uma carreira viável para jogadores interessados e com a habilidade necessária.

“Usaremos tudo o que aprendemos nos últimos 10 anos com o LoL Esports para construir um ecossistema que impulsionará Valorant para ser o próximo grande esport multigeracional.”

John Needham, Presidente de Esports na Riot Games

“Juntos, todos esses elementos contribuirão para um ecossistema competitivo que posicionará Valorant em sua próxima etapa de crescimento”, disse John Needham, presidente de esports da Riot Games. “Queremos construir o nível mais elevado de competição que proporcionará partidas mais emocionantes, novos eventos que emocionarão o público no local e experiências envolventes para milhões de fãs online. Usaremos tudo o que aprendemos nos últimos 10 anos com o LoL Esports para construir um ecossistema que impulsionará Valorant para ser o próximo grande esport multigeracional”.

Estabelecendo parcerias de longo prazo com equipes que tenham potencial

Olhando mais adiante em 2022, a Riot realizará um processo seletivo para identificar as melhores equipes para parcerias de longo prazo. A Riot abrirá mão de quaisquer taxas de inscrição ou participação para as organizações selecionadas, estabelecendo parceiros de longo prazo para que tenham sucesso. Além disso, as equipes que atenderem a esse critério seletivo receberão uma bolsa anual, além de oportunidades promocionais exclusivas.

The VCT Masters Reykjavik Stage
REYKJAVIK, ISLÂNDIA – 24 de ABRIL de 2022: Uma vista do palco das finais do Valorant Masters (Foto: Colin Young-Wolff/Riot Games)

Em um movimento semelhante ao compromisso da Riot com um modelo de franquia com o LCS em 2017, eles estão procurando promover equipes parcerias e criar uma base de organizações reconhecíveis. O programa de parceiros permanentes aumentou o valor das vagas do LCS. Também forneceu aos jogadores profissionais um salário digno para tornar seus sonhos de esports uma realidade. O modelo de compartilhamento de receita fez maravilhas no LCS e parece que a Riot está tentando implementar esse mesmo modelo em Valorant.

É uma oportunidade para os organizações se unirem à desenvolvedora e não apenas construir sua marca, mas trabalhar em direção a um objetivo compartilhado. Isso fornecerá apoio financeiro para equipes parceiras e elevará as regiões que não têm o orçamento que várias regiões maiores pagam aos seus jogadores.

No entanto, as mudanças não serão implementadas até o final desta temporada, mas o processo de triagem começará em 2022. A parceria com a Riot abre muitas possibilidades de crescimento e permitirá que as equipes reinvistam em seus jogadores e torcedores. É outro passo positivo para construir a fanbase do VCT organicamente para que seja duradoura.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações sobre Valorant.

Traduzido por: Giuseppe Carrino

Blake Van Poucke -

Blake Van Poucke

| Twitter: @TokyoDown

Blake Van Poucke is a Valorant writer at esports.gg. He found esports through the early days of MLG and the Super Smash Bros Melee scene. He's been competing and writing about esports dating back to 2008. He has written for several publications and wishes to return to in-person esports events in 2022