Os fãs da LCS retornaram à LAN após uma ausência de dois anos nos Playoffs da LCS. O Piratechnics do Esports.gg estava no local para testemunhar ao vivo.

Há um ar de antecipação nervosa no LCS Studios quando piso na calçada do estacionamento. Uma enxurrada de atividades – segurança direcionando jogadores e funcionários para barracas de check-in e testes de covid, montando as filas para o fluxo esperado de fãs do LCS, que deve chegar na próxima hora.

Eu sou direcionado ao redor do prédio, espionando treinadores, analistas, jogadores e cinegrafistas circulando. As camisas da Cloud9 e da 100Thieves se chocam enquanto caminho pela multidão e vou até a estação de check-in para receber meu crachá de imprensa.

Depois de passar pelo teste rápido do Covid, entro na entrada principal, sob a tela enorme destacando a próxima partida, piscando em antecipação à primeira audiência ao vivo em duas temporadas de jogos da liga profissional.

lcs-retorno

Depois de acenar meus olás para o pessoal de segurança familiar, eu corro os degraus para a sala de imprensa, de onde uma cabine com uma ampla visão do palco se projeta sobre a seção de audiência.

Não sou o primeiro a chegar – rostos familiares me cumprimentam quando entro na sala, um espaço aconchegante completo com refrigerantes, lanches e assentos acolchoados, todos de frente para uma tela. Um cronômetro de contagem regressiva já começou a contar – 74 minutos até a hora do jogo. As jams pré-jogo tocam enquanto os fãs da LCS começam a se sentar nos assentos.

Do meu ponto de vista na cabine de imprensa, a empolgação começa a aumentar à medida que os assentos se enchem na próxima meia hora. A programação de talentos de hoje – um grupo de estrelas, incluindo James “Dash” Patterson, Gabriella “LeTigress” Devia-Allen, Barento “Raz” Mohammed e Emily Rand, sobem ao palco, microfones na mão para cumprimentar as chegadas. Eu corro escada abaixo para ter uma visão melhor no nível do solo. 33 minutos para os jogos começarem.

lcs-retorno

O lobby do LCS, uma longa e estreita faixa de espaço que liga o corredor ao palco, uma mesa de PC e o balcão de contagem se encheu com uma multidão murmurando com antecipação. Eu cuidadosamente caminho acima e entro na fila que entra nas arquibancadas.

Um fã na minha frente vestido com uma jaqueta jeans e usando um chapéu de cowboy orgulhosamente exibe uma placa animando as finais ao vivo em Houston, Texas, no final deste mês. Enquanto estamos conversando, ele se apresenta como Gustavo e me diz que está especialmente empolgado com o evento, sendo ele próprio um nativo de Houston.

“Posso não ter um cavalo na corrida aqui, mas sou fã de Blaber e Summit, então estou aqui para assisti-los. Também estou de olho no Closer – um artista muito dinâmico”: fã da LCS de San Diego

Gustavo me conta que atualmente mora em San Diego, e que estava animado para fazer a viagem até LA para os jogos de hoje. Como ele está vestido com cores neutras, pergunto se ele está apoiando alguém hoje.

Gustavo: “Uma coisa que descobri sobre mim ao longo dos anos é que sou mais fã de jogadores. Bjergsen era meu cara, então a TSM era minha equipe. Ele não está mais lá, então agora eu sou o rei dos fãs do Team Liquid por procuração.”

Pira: “Então você está apenas explorando a competição hoje, pois essas equipes podem muito bem enfrentar TL?”

G: “Posso não ter um cavalo na corrida aqui, mas sou fã de Blaber e Summit, então estou aqui para assisti-los. Também estou de olho no Closer – um artista muito dinâmico. É por isso que estou aqui, estou interessado em ver uma boa jogada!”

À medida que o cronômetro se esgota (apenas cinco minutos agora), sento em um raro assento vazio do outro lado das arquibancadas. As luzes se apagam quando a expectativa atinge um pico febril. Os jogadores entram no palco e começam a se preparar, sob os aplausos e gritos dos fãs da LCS. Eu só posso imaginar a adrenalina enchendo os competidores enquanto eles se preparam para jogar para uma platéia ao vivo pela primeira vez em dois anos. Uma cacofonia de conversas animadas desaparece lentamente enquanto os números aparecem na tela grande, substituídos por um canto crescente: 10, 9, 8…

lcs-retorno-presencial

Em 1, um aplauso ensurdecedor sobe quando as luzes se apagam, azuis e vermelhos alternando com o estalo furioso de trovões carregados por quase todos os membros da platéia. Um segmento rápido antes do jogo passa como um borrão, enquanto a mesa entrega as coisas aos apresentadores – um Triunvirato de David “Phreak” Turley, Sam “Kobe” Hartman-Kenzler e Mark “MarkZ” Zimmerman.

O draft começa rapidamente, com Cloud9 provocando aplausos ao garantir uma escolha de Zeri na primeira rodada para Berserker, eventualmente para ser emparelhado com um suporte de Renata Glasc. Apesar dos analistas estimarem 100Thieves sobre o C9 por 2-1, tenho certeza que este último é o favorito para esta partida.

E então, nem um minuto após o jogo ser carregado, 100Thieves correm para a selva de Cloud 9, matando a Diana de Robert “Blaber” Huang no caos que se seguiu. A empolgação da multidão ferve – mal posso ouvir as chamadas frenéticas dos apresentadores sobre o som.

Um pouco mais tarde, estou de volta à sala de imprensa, comparando notas com outros membros do corpo de imprensa sobre o desligamento completo do toplaner C9 Summit da 100Thieves. O primeiro jogo dos playoffs já promete entregar.

100Thieves conseguem aproveitar seu impulso inicial para uma vitória dominante. O segundo jogo nos traz quase inteiramente o mesmo draft, com apenas um único campeão diferente. Desta vez, está muito mais perto, pois o C9 consegue contestar um dragão chave e quase vencer o jogo na luta que se seguiu. No entanto, 100T aguentam, e correm para um Baron no meio da midlane para fechar.

Após o jogo 2, as coisas estão começando a ficar terríveis para Cloud 9. Aproveitando a oportunidade para esticar as pernas, encontro a fila de concessões alinhada quase na porta da frente – o cheiro de queijo nacho passa, trazendo consigo uma forte sensação de nostalgia de eventos ao vivo passados.

Eu vejo um par de torcedores vestidos com os noves (Cloud) – camisas e jaquetas batendo o icônico azul-petróleo do time, conversando animadamente apesar do placar. Eu paro para um bate-papo rápido sobre as chances da equipe de um retorno:

“Nós não temos que ganhar tudo – eu adoraria, mas se pudermos tirar [uma lição] disso para o Summer Split e para os mundiais, isso é o ideal” – fã do C9

Mike: “Há um pouco de apreensão sobre [estar perdendo por 0-2], mas saber que temos uma segunda vida ajuda, e somos a equipe para reviravoltas. Não é o fim do mundo – não estou demitindo o Spring Split, mas adoraria que eles vencessem e fossem para o MSI. Não temos que ganhar tudo – eu adoraria, mas se pudermos tirar [uma lição] disso para o Summer Split e para os mundiais, isso é o ideal.”

Pira: “O C9 estava tão empolgado e no topo da tabela há tanto tempo – você acha que é preocupante a maneira como eles perderam, ou isso é um pontinho no radar?”

Hannah: “Eu acho que é um pontinho.”

Mike: “Um pouco dos dois, talvez. Saber que o Summit era essa força a ser considerada no início, e ninguém tinha uma opinião sobre ele, mas agora que é – tire seus principais campeões de Gnar e Jayce, e então você escolhe um tank de luta em equipe – permite que ele seja tão agressivo como ele vai ficar.

E então você precisa estabilizar o meio do jogo e começar a lutar em equipe, você terá uma chance melhor de vencer – como vimos no jogo 2. Mas ter aquela rocha consistente é algo que [Summit] ainda não tem – e ver equipes explorar que é frustrante.”

Pira: “Qual foi a sensação quando você entrou no estúdio hoje?”

Ambos: “Estava entrando e me bateu: está ACONTECENDO”.

Mike: “Foi como ‘eu já estive aqui antes’. Desliguei meu GPS, porque sabia para onde estava indo. E então, quando cheguei, pensei: ‘Na verdade, estou de volta à LCS Arena, é tão bom’.

De volta à sala de imprensa para o jogo três, o ar ainda está elétrico, já que todos – incluindo o corpo de imprensa, estão ansiosos para ver se o seed número 2 (e a equipe mais dominante na temporada regular) pode conseguir uma de suas famosas varreduras reversas.

O draft está na tela. 100Thieves no lado azul permitem que uma escolha altamente contestada de Zeri passe mais uma vez, tendo vencido duas vezes até agora. Cloud 9 se encaixa para berserker, mas o botlane 100T trava em uma combinação da velha escola de Lucian e Nami, provocando aplausos e surpresas dos fãs e dos apresentadores de LCS:

Acontece que essa foi claramente uma estratégia preparada para o FBI e Choi “huhi” Jae-hyunuhi, já que 100Thieves conseguem desmantelar Cloud 9 mais uma vez, para completar uma limpeza geral da série. O FBI, em particular, parece fantástico em Lucian – ele acaba saindo com um KDA final de 12/1/6.

Os atuais campeões passam para a próxima rodada dos playoffs com relativa facilidade. 100Thieves jogará em seguida com Team Liquid (que derrotou Evil Geniuses no dia seguinte) em 16 de abril.

Com a série terminando, eu mergulho na preparação da minha entrevista para o dia – tendo solicitado e recebido uma palavra rápida com ninguém menos que o próprio FBI.

Ao falar, como ele estava no palco após a varredura, o FBI é todo sorrisos. A mudança de quando falamos pela última vez, após uma derrota difícil para o Team Liquid no início da temporada, é marcante. Ainda fervilhando de empolgação da platéia ao vivo, a entrevista segue rapidamente enquanto agradeço ao FBI por seu tempo e o parabenizo pela vitória.

“A reação dos fãs – a multidão rugindo pela primeira morte, tornou a coisa mais legal que aconteceu aqui em anos. Isso foi muito legal”: CaptainFlowers

Com meu trabalho completo, faço as malas e desço para o lobby – ainda cheio de fãs de LCS conversando sobre a série, suas escolhas surpreendentes e seu final abrupto. A conversa se volta para a luta da Team Liquid com o Evil Geniuses no dia seguinte – alguns dos fãs da LCS planejam participar dos dois dias, ao que parece.

Antes de me virar para sair, vejo o locutor Clayton “CaptainFlowers” Raines, de folga por hoje, mas se preparando para os jogos de amanhã. Nós brincamos sobre a partida, e como foi incrível estar com uma multidão ao vivo mais uma vez.

Pira: “Ei cara, como é ser fã, com os fãs da LCS, pela primeira vez em dois anos?”

Flowers: “Este é o MELHOR LCS desde que rona nos derrubou em 2020. Essa invasão – nível 1, jogo 1 – uma invasão muito básica, não havia nada de especial nisso, havia uma captura de cinco homens a selva. Isso acontece no League of Legends todos os dias, certo? Mas a reação dos fãs da LCS – a multidão rugindo pela primeira morte, tornou a coisa mais legal que aconteceu aqui em anos. Isso foi muito legal.”

Pira: “Acho que senti as arquibancadas realmente tremendo! Então o resultado – o 3 a 0 foi uma surpresa para você?”

Flowers: “Acho que o 3 a 0 foi a grande surpresa. Eu teria preferido 100Thieves no confronto direto – quando você olha como as duas equipes jogaram no final da temporada regular – ok, 100T parece estar chegando ao pico agora, e C9 em um patch um pouco acidentado, mas 3- 0…Eu não esperava o desligamento, esperava que C9 pelo menos colocasse alguma coisa no quadro!

100T até disse isso na entrevista pós-jogo: ‘Summit é um jogador 1v9 – mas Ssumday pode lidar com ele 1v1, e trouxemos o resto da equipe para lidar com ele.’ a imagem do lep, mas com a pontuação de Renekton.”

Pira: “Você acha que, com base de hoje, o 100T será um dos nossos finalistas em Houston?”

Flowers: “Sim, acho que com base em hoje e no que vimos no final da semana passada, acho que 100T vs TL é a final mais provável!”

Eu volto para a calçada, ainda zumbindo do meu dia nos playoffs da LCS. Apesar de uma série relativamente rápida, não poderei esquecer as vistas e os sons da multidão, os aplausos e zombarias, cantos e sentimento de paixão que foram suspensos nos últimos dois anos.

Olho de volta para a tela grande com vista para a entrada do estúdio enquanto as palavras piscam nitidamente: “Nós construímos esta arena”. Eu me permito um sorriso e penso “Nós com certeza fizemos”, quando me viro para sinalizar minha carona para casa. É bom estar de volta.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de League of Legends. Agora o Esports GG Brasil também está com redes sociais. Siga o nosso Twitter e Instagram para mais novidades do mundo dos esports. 

Tradução: Márcio Pacheco

piratechnics - LoL Commentator

piratechnics

LoL Commentator | Twitter: @PiraTechnics

Devin "PiraTechnics" Younge is a League of Legends PBP caster who rose to prominence during his time on the EU LCS from 2015 to 2017. Since then he has also branched out into other esports titles. He is currently a caster for Riot Games' PCS 2022 Spring Split.