A Cavalaria mostrou reação na LBFF 7 depois de um começo ruim no torneio.

Chegamos ao fim da segunda semana da sétima edição da Liga Brasileira de Free Fire. A Team Liquid está de volta à elite do Free Fire depois de passar uma temporada na segunda divisão. Eles chegaram reforçados com Mateus “MTS007” da Silva, Pedro “BuToN007” Borges e Raphael “Phoenix” Sande. Atualmente, a Cavalaria ocupa a 14ª posição na tabela de pontos.

Na última segunda-feira (15), Phoenix falou sobre a melhora da Team Liquid na sexta rodada durante a transmissão da LBFF e explicou porque a equipe não fez um bom começo de campeonato. 

Phoenix: “O que aconteceu é que a gente não estava encaixando nossa formação, com dificuldade em entrosamento e adaptação. E acabou que fomos mal nas primeiras semanas, mas graças a Deus a gente conseguiu dar um reset, concentrar bastante do último jogo para hoje. Deu tudo certo, acertamos a formação, voltamos a fazer o simples. A gente tava querendo aplicar coisas muito avançadas, enquanto a gente ainda estava no começo. Então voltamos, fizemos o simples hoje e deu muito bom.”

Mts007 é um dos principais nomes da Team Liquid

Sem sombra de dúvida o Mts007 é um dos melhores jogadores de Free Fire em atividade no Brasil. Isso porque ele vem se destacando desde o ano passado com suas performances individuais fora de série. Na última temporada, o granadeiro figurou por várias semanas seguidas no ranking de jogadores com mais abates. E ao final da LBFF 6, foi coroado MVP da edição. Phoenix falou da importância do companheiro na equipe.

Phoenix: “Com certeza, faz toda a diferença. É um moleque que dá confiança pra gente jogar. Fazendo bomba, ele também é muito bom com arma de um tiro, então sempre abre o rush pra gente. E quando explode a comunicação, ele sempre está gritando também, colocando o time pra cima. É um cara sensacional.”

Mts007, jogador da Team Liquid – Foto: César Galeão/Garena

A camisa da Cavalaria pesa?

A Team Liquid é uma das maiores organizações dos esports. E no Free Fire, a Cavalaria ostenta o título da primeira edição da LBFF. Phoenix falou sobre como é representar um time com esse tamanho.

Phoenix: “Ah, a camisa sempre pesa, mas acho que o preparo que a gente faz aqui faz com que a gente suporte esse peso. Até vou agradecer hoje, a vitória não foi só nossa, o destaque não foi só nosso, foi da equipe inteira. Os dois psicólogos aqui com a gente desde o início do dia, o analista estatístico com um banco de dados enorme, mostrando tudo que a gente estava errando, tudo que a gente precisava fazer. Coach também, o Erickão, todo mundo aqui, é uma equipe gigante que está por trás disso. E ajuda a gente a suportar esse peso.”

Team Liquid deve vir mais agressiva

Por fim, Phoenix finalizou dizendo que precisou se adaptar às pressas para uma nova função e pontuou que todos podem esperar uma Team Liquid mais agressiva.

Phoenix: “Podem esperar o que vocês viram hoje um pouco mais aprimorado. Eu acabei tendo que voltar para a função de suporte muito rápido. Não tive nenhum dia para treinar, só dei uma aquecida aqui hoje. Joguei bem, graças a Deus. Mas é um time mais entrosado, mais adaptado, mais forte. No estilo de jogo mais agressivo, igual vocês viram hoje. E é isso, confia torcida que a gente vai sair dessa e vai dar a volta por cima. Hoje foi só o primeiro passo.”

Jogadores da Team Liquid – Foto: César Galeão/Garena

A LBFF volta nos dias 12, 13 e 14 de Fevereiro, com transmissões acontecendo no YouTube, BOOYAH e TikTok. Entretanto, começa nesta terça-feira (08) a Série B do evento, que também conta com rodadas triplas.

Vale ressaltar que, para a Série A, as transmissões também acontecem em canais de TV aberta e fechada. Sábado e domingo as rodadas são transmitidas pela RedeTV!, às 13h. Já a rodada de segunda-feira é transmitida pelo canal SPACE, às 20h.

Para saber mais sobre Free Fire e o mundo dos Esports, fique ligado no Esports GG, agora no Twitter e Instagram também.

Filed Under
João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.