A desenvolvedora de Free Fire irá exigir vacinação contra a Covid-19 para participar da LBFF 7.

A Garena vai exigir esquema vacinal completo para as pessoas que participarem da LBFF 7, assim como nos campeonatos que serão realizados pela Riot Games. A informação foi apurada pelo ge e confirmada pela Garena. A sétima edição da Liga Brasileira de Free Fire será realizada presencialmente e começará no dia 5 de fevereiro. 

O ge teve acesso a um email que a Garena enviou aos times da LBFF. Nele, é informado que jogadores, técnicos e managers precisam apresentar obrigatoriamente o certificado de vacinação contra a Covid-19. O documento é requerido pela desenvolvedora, inclusive, no processo de inscrição de integrantes nos times. Além disso, o certificado também será solicitado para realização do Media Day, que acontecerá entre os dias 10 e 14 de janeiro.

Jogadores da B4 na final da LBFF 6 – Foto: Juliana Pedutti, Filipe Nevares & Anderson Alcantarino

Nas últimas edições, a LBFF foi realizada de forma remota por conta da pandemia da Covid-19. Com o avanço da vacinação e diminuição de casos em relação ao ano passado, o torneio voltará a ser realizado presencialmente.

Toda essa questão veio à tona depois que o técnico de Valorant Rodrigo “Onur” Delmagro, se manifestou dizendo que não havia se imunizado contra a Covid-19 e não tinha intenção de fazê-lo. Segundo apuração do ge, o treinador estava acertado com a LOUD, mas as negociações foram interrompidas depois da má repercussão de suas declarações.

Fique ligado no esports.gg para mais notícias e atualizações sobre Free Fire.

Filed Under
João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.