A Riot Games baniu IShowSpeed de jogar todos os seus jogos após o ressurgimento de um clipe dele fazendo comentários machistas para uma companheira de equipe.

O popular streamer do YouTube, Darren “IShowSpeed” Watkins foi banido permanentemente de Valorant e outros jogos da Riot, após um clipe que o mostra gritando comentários machistas para uma colega de equipe.

Não é a primeira vez que isso acontecer com este streamer, pois a Twitch o baniu em 2021 por comentários machistas na transmissão de Adin Ross.

Como IShowSpeed foi banido?

O clipe se tornou viral depois de ser postado por Jake Lucky no Twitter. Em seguida, atraiu milhares de comentários de muitos membros da comunidade de jogos, com muitos pedindo ações mais rigorosas da Riot.

Em resposta ao clipe, a produtora de Valorant, Sara Dadafashar, afirmou que baniu IShowSpeed não apenas de Valorant, mas de outros jogos da Riot.

“Não queremos jogadores assim em nossa comunidade. Eu fui em frente e bani permanentemente este jogador do Valorant e de todos os outros jogos da Riot,” disse Sara.

Esse banimento significa que Speed não pode mais fazer streamings de Valorant, League of Legends, TFT, Legend of Runeterra e Wild Rift.

Além disso, o chefe global de criadores de jogos do YouTube, Lester Chen, respondeu ao clipe viral dizendo que ele estava “no caso”. Com o YouTube atualmente revisando o clipe, ainda não está claro se IShowSpeed continuará fazendo streaming no YouTube. Ele também foi ao YouTube para dizer a seus seguidores que talvez não consiga fazer streams novamente. Speed possui quase 7 milhões de seguidores e é um dos streamers mais seguidos.

“Algo aconteceu há muito tempo e está me machucando agora. Eu cresci com essa situação, mas está surgindo agora. Eu não vou sair, mas não sei o que vai acontecer.”

IShowSpeed

Depois que o clipe se tornal viral, IShowSpeed postou um vídeo pedindo desculpas no Twitter. Ele afirmou que o clipe era de meses atrás e que ele havia se tornado uma pessoa melhor. Ele também explicou que estava de mau humor durante o jogo e foi alvo de abuso racial. No entanto, as palavras usadas no clipe não podem ser justificadas e muitos aguardam a decisão do YouTube sobre o assunto.

Além disso, a Riot delineou anteriormente seus planos para combater a toxicidade no jogo em Valorant. Com o aumento da toxicidade em jogos de FPS, aplicar sanções mais rígidas em quem faz isso, independentemente da popularidade, pode ajudar a melhorar a situação.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de esports.

Traduzido por: Giuseppe Carrino

Rashidat Jimoh -

Rashidat Jimoh

| Twitter: @Rashidatjay

Rashidat Jimoh is a freelance esports writer with over two years of experience covering FIFA, R6 Siege, mobile games and general industry content. She loves to play FIFA and also spends time on Free Fire and Wild Rift