SG Esports é a representante brasileira na maior competição de Dota 2, o The International. Vamos ver a jornada da equipe até a classificação.

O The International está chegando, a maior competição de Dota 2! Além das premiações milionárias, a competição traz o nível mais elevado do jogo. Diversas equipes disputam o grande título e chance de conseguir a Aegis! Entre elas, a brasileira da SG Esports aparece, dando, mais uma vez, uma representatividade ao Brasil.

A jornada da equipe foi bem árdua, com uma classificação intensa. Porém, quais são as chances dos brasileiros? No final das contas, teremos, ao menos uma centelha de oportunidade de ganhar alguma visibilidade? Vamos ver um pouco da trajetória da equipe e as suas chances de vitória no The International 10.

Quem é a SG Esports?

A SG Esports é uma organização brasileira, fundada em 2016, com o intuito de profissionalizar o cenário competitivo de Dota 2. Sua primeira composição tinha os jogadores que participaram das qualificação do International de 2016. Esses jogadores faziam parte do Kingao+4, ou a antiga paiN Gaming. Esses jogadores eram:

  • William “hFn” Medeiros
  • Adriano de Paula “4dr” Machado
  • Otávio “Tavo” Gabriel
  • Danylo “Kingrd” Nascimento
  • Emilano “c4t” Ito
  • Marcio “Lil_kin6” Rodrigues

Portanto, a equipe ficou junta por pouco tempo, sendo desfeita em 2017, após cada jogador seguir o seu rumo. Em 2018, uma nova equipe foi formada, com dois jogadores conhecidos, 4dr e c4t. Portanto, c4t atuava como treinador da equipe. No mesmo ano, a equipe, novamente foi desfeita e alguns meses depois, foi anunciado a nova line.

A line de 2019 ficou pouco tempo no time e foi, mais um vez desfeita. Um padrão bem peculiar seguido pela equipe. Nisso, a organização ficou 1 ano fora do cenário competitivo de Dota 2. Até que, em 18 de dezembro de 2020, eles anunciaram a aquisição dos jogadores do Team Brasil.

Esses jogadores faziam parte da NoPing e-sports e foram todos adquiridos pela SG. Desde então, os jogadores permanecem juntos. Apenas uma mudança foi feita, Tavo entrou no lugar de Kingrd. A composição atual é a seguinte:

  • Guilherme Silva “Costabile” Costábile (Carregador/HC/1)
  • Adriano de Paula “4dr” Machado (Meio/Mid/2)
  • Otávio “Tavo” Gabriel (Rota curta/Off Lane/3)
  • Thiago de Oliveira “Thiolicor” Cordeiro (Suporte 4/Sup4/4)
  • Matheus “KJ” Diniz (Suporte 5/Sup5/5)

Classificação para o The International 10

As fase de qualificação para o The International 10 foi bem tensa. Grandes times, de todas as regiões, estavam na disputa. Por exemplo, na Europa Ocidental, tinha times como a Team Liquid, Nigma Galaxy e OG Esports. Na região da América do Sul, equipes como Infamous, Infinity e NoPing e-Sports estavam disputando uma vaga contra a SG Esports.

O formato era o de dupla eliminação, com chaveamento sortido. As partidas foram melhor de três mapas, exceto a grande final, que era melhor de cinco. Foram, ao todo, 12 equipes, sendo que, na maior parte, times latinos. De times brasileiros, tiveram apenas 3 equipes, a SG Esports, Interitus e a BINOMISTAS, que tinha um peruano na equipe.

A jornada da SG foi bem incrível! Seu primeiro duelo foi contra os BINOMISTAS, numa vitória por 2-1. Logo depois, eles enfrentaram a EgoBoys, vencendo por 2-0. Com isso, eles chegaram na final da chave superior e venceram por 2-0 a Infinity.

Na Grande Final, eles enfrentaram a Team Unknown, numa vitória por 3-1. Os herois escolhidos, pela SG Esports, na grande final, foram os seguintes:

  • Partida 1: Mirana, Axe, Doom, Phoenix e Leshrac (Derrota)
  • Partida 2: Nyx Assassin, Magnus, Oracle, Slark e Death Prophet (Vitória)
  • Partida 3: Axe, Mirana, Oracle, Death Prophet e Invoker (Vitória)
  • Partida 4: Nyx Assassin, Medusa, Lion, Batrider e Timbersaw (Vitória)

Grupo da SG Esports

SG Esports

O time da SG Esports foi sorteada no grupo B, um dos mais complicados. Equipes como a PSG.LGD, uma das favoritas ao título, se encontra na equipe. Para aqueles que estão um pouco perdido com o sistema do The International, segue uma breve explicação.

Todas as 18 equipes são divididas em dois grupos. Eles se enfrentam apenas uma vez, mas em duas partidas seguidas, conhecida como melhor de dois mapas. Após os nove confrontos, serão definidos algumas coisas. As quatro melhores equipes são classificadas para a chave superior dos playoffs. Entre a 5 e 8 colocação, as equipes vão para os playoffs da chave inferior. Por fim, o último lugar é desclassificado, sem segunda chance.

As equipes do Grupo B e sua forma de classificação, é a seguinte:

  • beastcost – 11° lugar no DPC
  • Elephant – Classificatória da China
  • Fnatic – Classificatória do sudeste Asiático
  • PSG.LGD – 2° lugar no DPC
  • Quincy Crew – 4° lugar no DPC
  • SG Esports – Classificatória da América do Sul
  • Team Secret – 8° lugar no DPC
  • Team Spirit – Classificatória da Europa oriental
  • Vici Gaming – 7° lugar no DPC

Chances da SG Esports no The International 10

Quando observamos o grupo da SG Esports, conseguimos perceber o quão complicado ele é. Além disso, o cenário de Dota 2 no Brasil é extremamente fraco, com pouquíssimas equipes jogando. Por serem jogos no formato melhor de dois, pode acontecer algumas surpresas, principalmente contra equipes em colocações baixas.

Seus maiores adversários serão equipes como a PSG.LGD, Quincy Crew e Team Secret. Essas equipes se encontram num momento incrível, demonstrando como elas são consideradas as favoritas. Alguns analisam que, caso os brasileiros da SG consigam uma performance média, vencendo ao menos duas partidas em 2-0, podemos ter uma chance de playoffs.

Claro que, mesmo nos playoffs, as chances de um bom avanço é praticamente nulo. Então o que nos resta, é apenas torcer e esperar bons jogos! Ou seja, assistir o meu do Dota mundial!!!

Jogos da SG Esports

O calendário de jogos da SG Esports, assim como os seus adversários será o seguinte:

  • Vici Gaming x SG Esports – 07/10 – 10h
  • Fnatic x SG Esports – 08/10 – 04h
  • Team Secret x SG Esports – 08/10 – 08h
  • beastcost x SG Esports – 08/10 – 12h
  • Elephant x SG Esports – 09/10 – 06h
  • PSG.LGD x SG Esports – 09/10 – 10h
  • Quincy Crew x SG Esports – 10/10 – 04h
  • Team Spirit x SG Esports – 10/10 – 10h

Para assistir, basta acessar a Twitch do The Internacional português. A transmissão em português é uma novidade, pois, até então, tínhamos apenas transmissões secundárias. Além disso, por ter um sistema aberto de transmissão, os usuários podem usar a própria plataforma para assistir o jogo. Dessa forma, o usuário será o espectador, porém sem narração.

Filed Under
Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT. Experiência em portais como Globo Esporte e passagem em times de esports.