Brasileiros começaram mal na Mirage, mas se recuperaram nos mapas seguintes.

A FURIA venceu a 9z na semifinal da ESL Challengers neste domingo (13) por 2×1. Os brasileiros tiveram um começo ruim na Mirage, mas conseguiram equilibrar o jogo na Ancient e Nuke. Com a vitória, os brasileiros se classificaram para a final da ESL Challengers. Logo, a FURIA volta aos servidores ainda neste domingo, às 15h30, para enfrentar o vencedor entre Complexity e Virtus.Pro.

Confira um breve resumo da partida:

Mirage

Escolha da 9z, a Mirage veio com um amplo domínio do time argentino. Mesmo do lado CT, os brasileiros foram dominados pelos adversários. Apesar de ter vencido o round pistol, a FURIA não conseguiu manter a vantagem por muito tempo e viu a 9z finalizar a metade vencendo por 11-4, mesmo de TR. Após a virada de lados, a história da partida não mudou. Os brasileiros viram os adversários emplacarem quatro rounds para conseguir o map point. A FURIA devolveu três pontos, mas não teve jeito. 16-7 para a 9z.

Ancient

A escolha da FURIA foi a Ancient, logo a equipe começou o jogo do lado TR, menos favorável no mapa. Do lado TR, os brasileiros não demonstraram muita resistência, mas conseguiram alguns rounds protocolares para se manterem vivos na partida. Assim, a primeira metade terminou em 11-4 para a 9z.

Já do lado CT, os brasileiros mostraram domínio no mapa de escolha. Foram sete pontos em sequência e a equipe virou o placar. Contudo, a 9z conseguiu equilibrar as ações no momento mais crítico do jogo e as duas equipes foram trocando ponto a ponto. Fazendo valer a experiência, os brasileiros conseguiram trazer clutches importantes e venceram a Ancient em 16-13.

Nuke

A Nuke foi o mapa decisivo desta semifinal e começou com os brasileiros do lado TR após perder o round faca. Mesmo do lado mais frágil do mapa, a FURIA conseguiu trocar de forma equilibrada na maioria dos rounds e finalizou a primeira metade perdendo apenas por 9-6.

Já do lado CT, a chegada de Rafael “saffee” Costa resolveu um problema antigo da equipe no mapa, o “fora”. Apesar de um lado TR fraco por parte do AWPer, saffee foi um dos pilares para que a equipe controlasse as ações do lado CT. Foram sete rounds antes que a 9z conseguisse pontuar na segunda metade, mas sem abalo e vitória para a FURIA por 16-11.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de CS:GO. Siga o nosso Twitter e Instagram para mais novidades do mundo dos esports.

Filed Under