esports icon

Stay Up to Date with the Latest Esports News!

Email Submitted! Check your inbox for the latest news from Esports.GG
Há 15 anos, MIBR conquistava primeiro título mundial para o Brasil cover image

Há 15 anos, MIBR conquistava primeiro título mundial para o Brasil

Quinze anos atrás, a line lendária da MIBR conquistava o primeiro mundial do Brasil na história da modalidade.

O mês de julho, especialmente o dia 2, é marcado no coração dos fãs brasileiros de Counter-Strike. Há 15 anos atrás, no longínquo ano de 2006, o Made in Brazil (MIBR) se consagrava como a campeã do Electronic Sports World Cup (ESWC) daquele ano. O título foi o primeiro mundial dos brasileiros na modalidade.
A equipe que contava com os, agora, lendários Lincoln "fnx" Lau, Raphael "cogu" Camargo, Renato "nak" Nakano, Bruno "bruno" Ono e Carlos Henrique "KIKO" Segal, bateu a sueca Fnatic na decisão que consagrou a MIBR como uma gigante na história do Counter Strike brasileiro.
Esse título pavimentou o caminho que mais tarde seria trilhado e sacramentado por jogadores como Gabriel "FalleN" Toledo, Fernando "fer" Alvarenga, Epitácio "TACO" de Melo e Marcelo "coldzera" David. Hoje, se o Brasil é respeitado mundialmente no cenário do CS:GO, muito se deve àquele título conquistado 15 anos atrás.

A jornada do MIBR

A caminhada do MIBR começou no Brasil com a disputa da Brazil Cup em abril de 2006. O MIBR venceu a g3nerationX, sim, aquela organização eternizada por Gaules, para garantir vaga na ESWC Brazil 2006. À época, viver de Counter Strike era muito difícil, então as contratações das organizações eram limitadas, então uma das curiosidades sobre a MIBR de 2006 é que ela contava com duas equipes: uma jogava com a tag MIBR.SP e a outra MIBR.RJ. A equipe que conquistou a classificação ao mundial jogava representando São Paulo.
Na edição brasileira da ESWC 2006, o campeonato que definiu a equipe do Brasil na disputa do Mundial, em um confronto caseiro, a equipe de São Paulo bateu a equipe do Rio de Janeiro para garantir à ida da line tão conhecida ao mundial.
KIKO, jogador do MIBR na época do título da ESWC 2006. Foto: Fragbite
KIKO, jogador do MIBR na época do título da ESWC 2006. Foto: Fragbite

O mundial

Na primeira fase, o MIBR terminou líder do seu grupo de forma invicta. Em cinco jogo, os brasileiros conquistaram quatro vitórias e um empate. A campanha garantiu o avanço à segunda fase. Nesta fase, a Fnatic estava no grupo da equipe brasileira, mas ainda assim a classificação foi tranquila. Em três jogos disputados, duas vitórias e uma derrota e MIBR na liderança.
Os playoffs, ao contrário dos dias de hoje, eram disputados em apenas um mapa. Consequentemente, a MIBR precisava vencer 3 mapas para escrever seu nome na história do CS brasileiro. Nas quartas de final a equipe pegou os espanhóis da x6tence e, de maneira fácil, venceram por 16-5 no mapa da Nuke para avançar à semifinal. Contra a equipe alemã da ALTERNATE aTTaX, o jogo foi muito mais equilibrado e somente na prorrogação o MIBR venceu, na Train, por 19-16.
A grande final, que hoje já está marcada na memória dos fãs de Counter Strike, foi contra a sueca Fnatic. A equipe, na época, contava com a titularidade do também lendário Patrik "f0rest" Lindberg, um dos maiores jogadores da história do Counter-Strike. Apesar disso, a Fnatic não conseguiu chegar perto do nível apresentado pelos brasileiros, que venceram a Inferno por 16-6, com atuação lendária de Cogu, que até hoje possui posição demarcada no mapa.
Fique ligado no esports.gg para mais notícias sobre esports e CS:GO.