A Vivo Keyd está buscando chegar mais longe no VCT Champions e o coach Koy fala sobre como ajudará a equipe a chegar lá.

As expectativas estavam definidas e esperava-se que a Envy tivesse vida fácil para sair do Grupo B, mas quando a Vivo Keyd os desafiou na primeira rodada, muitos esperavam que a seleção brasileira se juntasse a eles. Depois de destruir o adversário Zeta Divisiion na série eliminatória por 2-0, eles eram os favoritos para chegar às quartas de final. Infelizmente, sua presença no VCT Masters Berlin foi interrompida pela KRU Esports da LATAM e eles foram mandados para casa em 9º lugar.

Entretanto, devido à saída antecipada da Havan Liberty, os pontos adquiridos pela Vivo Keyd em Berlim foram suficientes para garantir uma vaga no VCT Champions. Agora, com tempo para se preparar e analisar seus pontos fracos, a Vivo Keyd está buscando chegar mais longe em dezembro.

Nesta entrevista, Sage Datuin do esports.gg bateu um papo com o coach da Vivo Keyd, Pedro “Koy” Pulig, para falar sobre sua amizade de longa data com JhoW, fazendo a transição para o coaching e como a Vivo Keyd vai se preparar para o VCT Champions.

Vivo KeyD era a semente número um do Brasil, liderando o VCT Masters Berlin.

Obrigado pelo seu tempo, imagino que essa derrota tenha sido difícil para os jogadores. Acho que essa é provavelmente a primeira grande derrota para a equipe desde junho. O que você disse a eles após a partida contra a KRU?

Koy: Na verdade, eu costumava ser um jogador profissional antes de virar coach. Ao longo desse período, sofri muitas derrotas e pude transmitir as experiências que tive para meus jogadores após a derrota para a KRU. Eu disse a eles, para cada 10 derrotas, você obtém uma vitória e que a vitória sempre vale a pena. Você pode esperar coisas muito melhores da Vivo Keyd no futuro.

Vamos falar sobre sua jornada de jogador profissional em Point Blank para coaching em Valorant. Como foi essa jornada?

Koy:  No passado, comecei pequeno com uma equipe que buscava evoluir a região brasileira. Na época, o Brasil como região não ganhava nada há cinco anos no Point Blank. Junto com JhoW, éramos parte de uma equipe em Point Blank que acabou vencendo aquele campeonato. Como jogador, uma das minhas partes favoritas em uma equipe era a capacidade de me comunicar com meus companheiros. Ser capaz de me comunicar é algo que eu realmente gosto de fazer nos esportes, além de analisar as táticas do jogo. A comunicação e trabalhar com pessoas são a origem de onde encontro prazer em uma carreira, então a transição para uma função de coaching no Valorant foi uma evolução natural.

Como JhoW e você trabalharam juntos nesta equipe para desenvolver estratégias e liderar esta equipe?

Koy: JhoW é uma pessoa incrível. Na verdade, ele é a razão de eu estar na Vivo Keyd como coach e sou extremamente grato por isso. JhoW é o pilar da equipe e a pessoa que mantém todos unidos. Ele realmente faz o possível para mostrar apoio à sua equipe e fornece muito nos bastidores para manter a calma de todos antes da partida. É louvável seu papel como líder para garantir que todos estamos nos dando bem, mesmo após um jogo ruim. Ele sempre pode ajudar a facilitar essas grandes discussões e deixar todos mais relaxados.

JhoW é responsável pela criação do elenco da Vivo Keyd em Valorant. Foto: Flickr da Riot.

Fale comigo sobre o VCT Masters Berlin. Quais lições você aprendeu com esse evento?

Koy: Aprendemos muito como uma equipe que joga contra outras seleções europeias. Para nós, a maior lição é obter uma melhor compreensão do lado tático do Valorant. Percebemos que temos muito o que trabalhar em termos de sermos capazes de reagir a essas jogadas e como lidamos com elas. Assim que formos capazes de reconhecer isso melhor, podemos ficar calmos mais facilmente, o que nos ajudará no futuro.

Felizmente, vocês já estão classificados para o VCT Champions. Qual é o seu plano de preparação para este torneio?

Koy: Em primeiro lugar, vamos todos voltar para nossas famílias no Brasil. Aqui, vamos descansar um pouco para cuidar de nosso estado mental, que é muito importante para nós. Assim que isso terminar, teremos um bootcamp para nos prepararmos para o VCT Champions. Vamos voltar ainda mais fortes e você pode contar com isso.

Você tem algum comentário final para os fãs da Vivo Keyd?

Koy: O Brasil é muito conhecido por criar jogadores de FPS talentosos. Eles só precisam de algum tempo para colocar os pés no chão. Depois de ter tudo isso consolidado, essa equipe vai realmente ser incrível e deixar o Brasil orgulhoso. A Vivo Keyd será uma campeã internacional e representará o Brasil no futuro. Obrigado pelo seu apoio contínuo e não os decepcionaremos na Champions.

​​Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de Valorant.

Traduzido por: Giuseppe Carrino

Sage Datuin - Writer of the Month: June

Sage Datuin

Writer of the Month: June | Twitter: @sagedatuin

Sage been following esports since high school and has remained a massive fan ever since. When he's not working he likes to work out, knit and overthink things..