Conheça mais da trajetória da organização até sua classificação ao VCT Masters.

Em preparação para o VCT Masters, fizemos um dossiê das duas equipes brasileiras classificadas para a competição. Começaremos pela Havan Liberty, primeira equipe classificada e vice-campeã do VCT Challengers Brasil. Falaremos um pouco sobre a trajetória da equipe e o que podemos esperar dela no decorrer do campeonato.

A origem da Havan Liberty

O time de VALORANT da Havan Liberty foi fundado em agosto de 2020, com alguns jogadores que atuavam num time amador, chamado de NOTRAB. O time era composto pelos jogadores:

  • Rodrigo “myssen” Myssen;
  • Gabriel “shion” Vilela;
  • Bruno “bNhardneja” Nóia;
  • Pedro “pMdr1” Henrique;
  • Marcelo “pleets” Leite.

Essa formação ficou junta por alguns meses e conseguiu alguns resultados importantes, como a classificação para o First Strike de 2020, primeiro campeonato oficial da Riot Games, onde equipes consolidadas no cenário competiram.

Depois de quatro classificatórias, o torneio contou com oito grandes equipes. A jornada da Havan Liberty foi curta, uma vez que seu primeiro confronto foi cancelado – a partida seria contra a Vorax, cujos jogadores foram diagnosticados com Covid-19 e não puderam jogar. Assim, a primeira partida oficial foi contra a paiN Gaming, numa derrota por 2 a 0 nos mapas Ascent e Bind.

Já na virada do ano, a Havan Liberty começou a passar por importantes mudanças. A primeira delas foi a saída de bNhardneja, substituído por Felipe “liazzi” Galiazzi. Pouco tempo depois, foi a vez de pMdr1 se despedir, dando lugar para uma das maiores promessas do cenário nacional, Olavo “heat” Marcelo.

Essa segunda formação atuou junto por quatro meses, inclusive na segunda série do VCT Challengers Brasil, campeonato que levou a Team Vikings e a Sharks Esports ao VCT Masters, disputado na Islândia. Embora a equipe tenha apresentado um desempenho consistente e conseguido bons resultados, não foi o suficiente para garantir a tão sonhada vaga.

Logo após o campeonato, uma notícia pegou toda a comunidade de surpresa: heat estava de saída. Porém, a entrada de Gustavo “krain” Melara acabou trazendo consistência à equipe, que garantiu a vaga para a terceira etapa do VCT Challengers Brasil.

O elenco atual

Após a entrada de krain, o time não passou por mais mudanças. Assim, atualmente a equipe é composta pelos seguintes jogadores:

  • Rodrigo “myssen” Myssen;
  • Gabriel “shion” Vilela;
  • Marcelo “pleets” Leite;
  • Felipe “liazzi” Galiazzi;
  • Gustavo “krain” Melara.

Desse elenco, apenas myssen e shion estão na equipe desde a primeira formação. Muitos dizem que esta é a melhor composição da equipe e que a sinergia entre os jogadores é muito forte, resultando na classificação para o VCT Masters.

Havan nas finais do VCT Challengers Brasil Series 3

A campanha da Havan Liberty nas finais do VCT Challengers foi maravilhosa. A equpe conseguiu se classificar através da chave superior, chegando até a grande final invicta. Seu primeiro duelo foi contra a temida Team Vikings, considerada um dos melhores times do país, em um confronto bem complicado. Contrariando as expectativas, a Havan Liberty conseguiu um belo 2 a 0 nos mapas Bind (13-9) e Icebox (13-7).

Já em seu segundo confronto, contra a Stars Horizon – equipe que vinha em ascensão no cenário nacional – vimos outro confronto bem acirrado. Embora a vitória no primeiro mapa, Haven, tenha sido tranquila (13-4), a segunda partida foi decidida na prorrogação. A vitória em Bind (16-14) garantiu a vaga para a semifinal contra a poderosa FURIA.

Mas a Havan Liberty não tomou conhecimento dos Panteras e, em uma vitória implacável, venceram por um sonoro 3 a 0. Os mapas jogados na melhor de cinco foram: Bind (13-7), Haven (13-10) e Ascent (13-11). Com o resultado, a equipe garantiu a vaga para a Grande Final e a tão sonhada classificação para o VCT Masters.

Já na Grande Final contra a Vivo Keyd – o time dos renegados -, a Havan Liberty teve seu primeiro revés na competição. O 0 a 3 sofrido pela Havan não reflete muito bem o andamento de cada partida, sendo que duas delas foram decididas na prorrogação: Split (11-13), Bind (14-16) e Icebox (12-14).

O que esperar da Havan no VCT Masters

A equipe da Havan Liberty é um time essencialmente tático e com estratégias bem elaboradas. Sua maior força está em sua capacidade de adaptação e administrar placares. Além disso, vimos a estratégia com três iniciadores no mapa da Bind – estratégia que, quando bem usada, pode garantir boas vitórias.

Mesmo que a execução da estratégia seja boa, ainda existem algumas falhas, principalmente quando os oponentes fazem ataques na retaguarda da Havan. Durante o confronto contra a Vivo Keyd, vimos algumas aberturas na equipe que permitiram o ex-jogador heat fazer entradas cruciais e neutralizar completamente a estratégia.

Entretanto, quando a composição se encaixa, é possível ver um time muito bem estruturado. Os ataques são rápidos e objetivos, além do belo trabalho de post plant, que é muito bem marcado. Já na defesa, sua base é bem sólida e os jogadores desempenham seu papel com maestria.

As táticas com flashs e smokes deixa qualquer ataque desnorteado, conseguindo, muitas vezes, anular os plants. Ainda assim, caso a equipe atacante consiga realizar o plant da Spike, a Havan Liberty consegue ser bem rápida no retake, e os adversários não conseguem montar a estratégia de defesa muito bem.

Por fim, o treinamento da Havan vai além do VALORANT. A equipe conta com diversos profissionais que atuam para garantir a saúde e o bem-estar da equipe, como é o caso do fisioterapeuta Vitor Kenji. Desde a divulgação, os torcedores ficaram surpreendidos pela forma de treinamento adotada na organização, que é semelhante á utilizada na Fórmula 1.

Os adversários da Havan Liberty

A Havan disputará o VCT Masters Berlin no Grupo C, numa chave cheia de equipes consolidadas no cenário mundial. As participantes são:

  • Gambit Esports – 1o lugar no Europa, Turquia e CIS
  • Crazy Raccoon – 2o lugar no Japão
  • Havan Liberty – 2o lugar no Brasil
  • 100 Thieves – 2o lugar na América do Norte

Seu primeiro confronto será contra a 100 Thieves, uma das finalistas dos EUA. A equipe enfrentou a Sentinels, atual campeã do VCT Masters, e saiu derrotada pelo placar de 1-3 nos mapas Bind (11-13), Breeze (13-11), Haven (6-13) e Split (5-13).

O VCT Masters começa no dia 10 de agosto, a partir das 10 horas da manhã. Fique ligado no esports.gg para mais notícias e novidades de VALORANT.

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT. Experiência em portais como Globo Esporte e passagem em times de esports.