Com a terceira derrota seguida, a Sharks Esports está fora dos playoffs do VCT BR 2022.

A terceira semana do VCT finalizou no último domingo (27) e os playoffs se aproximam, pelo menos para seis equipes que irão se classificar. Na rodada que fechou a terceira semana, LIGHT INGAMING venceu sua primeira partida para se manter viva na briga, enquanto Ninjas in Pyjamas segue firme para garantir sua vaga. Por sua vez, Sharks Esports perdeu a terceira e, assim, não possui chances de ir para os playoffs. 

LIGHT INGAMING x Sharks Esports

Chamada da partida, entre Sharks Esports e LIGHT INGAMING – Reprodução: Twitter

Para a Sharks Esports, esta partida significava vida ou morte no torneio. A equipe veio de duas derrotas seguidas e não podia perder mais se quisesse chegar aos playoffs. Enquanto isso, a INGAMING chegou como azarona no torneio e teve uma estreia com derrota para a FURIA, mas entregou um jogo acirrado.

Apesar de ser a azarona, a INGAMING chegou para mostrar que merecia sua vaga no VCT BR e trouxe um jogo feroz e atropelou a tímida Sharks. Logo, a partida sequer precisou de um terceiro mapa e terminou em 2-0 com vitórias da INGAMING na Haven e Breeze.

Primeiro mapa – Haven

Durante o ano de 2021, Haven era o mapa de assinatura da Sharks, uma vez que a equipe conseguia performar muito bem por lá e usava composições inteligentes. Entretanto, para 2022 a equipe a equipe trocou três jogadores e o reflexo foi uma performance distante do que se viu em 2021.

Na partida, as duas equipes apresentaram agentes parecidos, trocando apenas o Iniciador. Os agentes espelhados foram Jett, Killjoy, Sova e Astra. A INGAMING trouxe Breach como iniciador, enquanto a Sharks optou por Kay/O. Estes agentes possuem a mesma função, mas oferecem recursos diferentes para o time. Breach é focado na invasão dos bombs, enquanto o Kay/O trabalha com as suas habilidades para anular regiões e coletar informações.

Apito inicial e Haven mostrou uma primeira metade bem disputada. As duas equipes conseguiram fazer ótimas jogadas e foram trocando round a round, mas no final a INGAMING conseguiu se distanciar um pouco e venceu parcialmente por 7-5.

Quando os lados se inverteram, a Sharks conseguiu vencer as duas primeiras rodadas, mas acabou sofrendo quatro pontos seguidos. Depois disso, os times trocaram pontos, porém a INGAMING estava na vantagem e essas trocas eram vantajosas para eles. Dessa forma, a INGAMING saiu com a vitória por 13-10.

Destaque da partida, RgLMeister – Reprodução: VALORANT Esports Brasil

O destaque da partida foi RgLMeister, que jogou de Astra. O seu KDA foi de 24/14/2 e uma pontuação média de combate de 275 pontos.

Segundo mapa – Breeze

O segundo mapa jogado foi Breeze, que é conhecido por ser grande, o que oferece trocas de tiro constantes. Outro detalhe é sua diversidade de agentes. Muitas equipes gostam de jogar com personagens que mais se adequam ao seu estilo. Porém, existem certos agentes que acabam se sobressaindo, logo, são mais provavéis de aparecer nas composições. E foi o que aconteceu com as duas equipes.

A Sharks Esports escolheu jogar com Jett, Sova, Viper, Kay/O e Cypher, uma composição focada em colher informação e proteger regiões. A dupla Cypher e Kay/O conseguem coletar informações em diferentes pontos. Enquanto isso, a INGAMING escolheu jogar com Jett, Sova, Viper, Cypher e Skye. Mesmo sendo agentes com a mesma função, Skye e Kay/O oferecem diferentes propostas. A Skye tem um claro objetivo de limpar regiões, além de permitir que seus aliados entrem nos locais em segurança.

Quem escolheu o mapa foi a INGAMING, logo, a Sharks escolheu começar como atacante. Porém, essa escolha inicial pareceu um tanto quanto equivocada e a INGAMING foi suprema na primeira metade. As suas defesas foram brutais, e a vantagem parcial da equipe foi de 8-4.

Quando os lados viraram, foi a vez da Sharks tentar fazer boas defesas. Contudo, mesmo conseguindo fazer pontos em sequência, a equipe não conseguiu apresentar uma reação mais consistente. Assim, a INGAMING emplacou ataques inteligentes e fechou o mapa em 13-9 e venceu sua primeira partida na história do VCT BR.

Destaque da partida, flainzz – Reprodução: VALORANT Esports Brasil

Quem recebeu o destaque da Breeze foi flainzz, que jogou de Cypher. Seu KDA foi de 19/13/5, com uma pontuação média de combate de 256 pontos.

Ninjas in Pyjamas x Vivo Keyd

Chamada da partida, entre Ninjas in Pyjamas e Vivo Keyd – Reprodução: Twitter

Essa foi, sem sombra de dúvidas, a partida mais aguardada da semana. Isso porque as duas equipes são bem fortes, além de serem cotadas como favoritas para o título. Outro detalhe é que o confronto marcou o reencontro do trio ex-GL, mwzera, JhoW e Jonn. Os dois primeiros ainda jogam juntos, agora pela Keyd, enquanto Jonn defende a NIP.

É possível dizer que a expectativa dos fãs foi atendida, uma vez que o confronto entregou muita bala do início ao fim da série. Foram três mapas jogados, com a NIP saindo vitoriosa no final.

Primeiro mapa – Icebox

Todas as vezes que Icebox é escolhida por alguma equipe, costumamos falar como esse mapa é comum na região brasileira. Os jogadores adoram o mapa, pois ele oferece diversas possibilidades de estratégias. O ataque pode entrar pelo meio ou pelas entradas padrões. Enquanto a defesa pode ser mais agressiva ou jogar focando nas rotações e retakes.

Aqui, as equipes fizeram composições espelhadas, o que já era esperado. O estilo de jogo dos dois times é focado na agressividade. Isso porque as duas equipes possuem jogadores que atuam como duelistas secundários. Os agentes do mapa foram Jett, Reyna, Sage, Sova e Viper.

A Vivo Keyd escolheu o mapa, logo a NIP escolheu o lado. Dessa forma, a Keyd começou no ataque, e um ataque forte. A equipe conseguiu fazer diversas rotações, além de pegar os inimigos pelas costas inúmeras vezes. Dessa forma, eles conseguiram uma larga vantagem parcial de 8-4 na virada de lados.

Contudo, se o ataque funcionou para a VK, o mesmo aconteceu para a NIP. Os Nnjas trouxeram um lado atacante irretocável e entregaram apenas um ponto. Assim, vitória para a Ninjas in Pyjamas por 13-9 e primeiro passo dado para vencer a MD3.

Destaque da partida, cauanzin – Reprodução: VALORANT Esports Brasil

Quem recebeu o destaque da partida foi cauanzin, que trouxe uma ótima Icebox de Sova. Seu KDA foi de 20/18/9, com uma pontuação média de combate de 276 pontos.

Segundo mapa – Bind

Um padrão que aos poucos é criado para a Bind é a não escolha da Jett por parte das equipes, uma vez que a Raze executa melhor o papel de duelista no mapa. Suas habilidades são ótimas na Bind, que possui muitos cantos. Além disso, a Jett não consegue se reposicionar tão bem no mapa quanto em outros. Mas a Ninjas in Pyjamas preferiu se arriscar com a agente.

A Vivo Keyd apresentou uma composição bem diferente, principalmente quando analisamos os jogadores e os seus agentes. Suas escolhas foram Raze (mwzera), Chamber (heat), Skye (murizzz), Astra (v1xen) e Viper (JhoW). Do outro lado, a NIP jogou de Jett (Jonn), Skye (xand), Sova (cauanzin), Astra (bezn1) e Viper (bnj).

Novamente a Vivo Keyd teve um início opressor e trouxe uma defesa impenetrável e foram sete pontos em sequência antes que a NIP conseguisse pontuar na Bind. Contudo, os Ninjas respiraram e conseguiram diminuir o pequeno espanco que sofriam e o placar parcial foi de 8-4.

Quando os lados viraram, a expectativa era de que a NIP conseguisse responder à altura e neutralizasse os ataques da VK. Entretanto, apesar de ter feito quatro pontos, a Keyd mostrou um belo preparo para se recuperar na MD3 e venceu por 13-8, empurrando a decisão para a Split.

Destaque da partida, heat – Reprodução: VALORANT Esports Brasil

O destaque da Bind foi heat, que fez a sua estreia utilizando Chamber. O jogador teve um KDA de 24/12/6 e uma pontuação média de combate de 314 pontos.

Terceiro mapa – Split

Por fim, o terceiro e último mapa foi a Split, um mapa que já se tornou comum no VCT BR 2022. Ele possui um design complicado para o lado atacante, mas, caso a Spike seja plantada, é difícil para que a defesa consiga executar um desarme.

As escolhas das equipes foram bem diferentes, com duas táticas opostas. A Vivo Keyd escolheu jogar com Jett, Raze, Chamber, Astra e Viper. Esse tipo de escolha pode ser chamada de composição agressiva, uma vez que simula três duelistas. Porém, vale ressaltar que não foi heat que assumiu Chamber, como aconteceu na Bind, mas sim murizzz. Do outro lado, a Ninjas in Pyjamas escolheu jogar de Jett, Raze, Sage, Cypher e Omen.

Ao contrário dos outros dois mapas disputados, o decider começou com um domínio da NIP. Aliás, foi um atropelo dos Ninjas, que conseguiram vencer a primeira metade por 10-2 e complicaram a situação para o lado da Vivo Keyd.

Mas jogador grande gosta mesmo é de situação complicada e a VK mostrou porque essa partida era tão aguardada pelos fãs. Ponto a ponto, a Keyd diminuiu a vantagem gigantesca e trouxe a disputa para um apertado 11-10 favorável para a NIP. Contudo, se jogador grande gosta de situação complicada, ele também gosta de brilhar na hora do aperto. E foi isso que a equipe da NIP fez e conseguiu trazer a vitória no momento crítico por 13-10.

Destaque da partida, Jonn – Reprodução: VALORANT Esports Brasil

Quem recebeu o destaque do mapa foi Jonn, que brilhou de Jett. Seu KDA foi de 21/18/4, com uma pontuação média de combate de 266 pontos.

Próximas partidas do VCT BR 2022

O VCT BR volta no próximo final de semana, dias 5 e 6 de março. Com uma rodada que pode ser decisiva para a Team Vikings, que se encontra com duas derrotas. Enquanto isso, a FURIA pode ficar com três vitórias, garantindo sua vaga nos playoffs.

Sábado (5)

  • Vivo Keyd x LIGHT INGAMING – 17h
  • FURIA x Sharks Esports – A seguir

Domingo (6)

  • Team Vikings x TBK Esports – 17h
  • Liberty x Gamelanders Blue – A seguir

Os jogos podem ser acompanhados nos canais oficiais do VALORANT Esports Brasil, pelo YouTubeTwitch e Nimo.

Para acompanhar todas as noticias sobre VALORANT, fique ligado no Esports GG. Acesse o site, Twitter e Instagram e não perca nada do mundo dos Esports.

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de Esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT.