LOUD conseguiu fazer o primeiro 13-0 do VCT BR 2022 e garantiu sua vaga nos playoffs do torneio.

A terceira semana do VCT BR começou no último sábado (26), com Gamelanders e LOUD vencendo suas partidas e avançando no campeonato. Com o resultado da partida, a LOUD garantiu sua vaga nos playoffs, além da primeira colocação no grupo. Mesmo derrotadas, Team Vikings e TBK Esports ainda possuem chances de classificação.

Gamelanders Blue x Team Vikings

Chamada da partida, entre Gamelanders Blue e Team Vikings – Reprodução: Twitter

A primeira partida do dia foi entre Gamelanders Blue e Team Vikings. As duas equipes não tiveram bons resultados ao longo das semanas iniciais de VCT BR. A GLB estava 0-2, com derrotas para LOUD e TBK Esports. Enquanto isso, a VKS jogou apenas contra a Liberty e teve folga na segunda semana.

Essa partida era definitiva para a Gamelanders, uma vez que se perdessem, podiam dizer adeus para as chances de se classificar para os playoffs. Com contornos dramáticos, o confronto entregou o prometido e trouxe três mapas que encheram os olhos dos fãs de um bom VALORANT.

Primeiro mapa – Haven

Haven foi escolha da Team Vikings, mas quem dominou o mapa foi a Gamelanders. Jogando com uma composição bem padrão, a GLB usou Jett, Sova, Astra, Kay/O e Cypher. Agentes como esses conseguem oferecer todo o tipo de ferramenta para um bom ataque e uma boa defesa. Já a Vikings trouxe uma composição parecida e trocou apenas Cypher por Killjoy.

O início da partida foi bem favorável para a VKS. Isso porque a equipe fez o round pistol e venceu até mesmo o primeiro armado. Porém, rapidamente a Gamelanders conseguiu se acalmar na partida e se recuperou de forma imponente e fechou a primeira metade em 8-4.

Quando os lados viraram, a pressão da GLB continuou bem forte, sem permitir que os seus adversários respirassem. No final, a equipe soube administrar sua vantagem e venceu por 13-7, abrindo a série em 1×0.

Destaque da partida, Nyang – Fonte: VALORANT Esports Brasil

O destaque da partida foi para o Nyang, que brilhou de Astra, com um KDA de 25/8/7 e uma pontuação média de combate de 333 pontos.

Segundo mapa – Icebox

Icebox é um mapa muito jogado, não apenas na liga brasileira. No mundo inteiro, o mapa é escolhido, e traz diferentes estratégias por parte dos times. Entretanto, nessa partida, as duas equipes seguiram propostas semelhantes, com apenas uma diferença nas escolhas.

A Gamelanders foi com uma tática padrão do cenário brasileiro e trouxe Jett, Reyna, Viper, Sova e Sage. Enquanto isso, a Vikings trocou Jett por Chamber. Essa troca oferece ao time a mesma força básica da Jett, de conseguir abrir avançado e sair em segurança, mas também traz um conjunto de habilidades bem fortes, com a possibilidade de proteger uma região específica.

O início de Icebox trouxe uma Gamelanders absoluta, com uma sequência de pontos consistentes. Porém, depois de uma pausa da própria GLB, a partida deu uma esfriada e os jogadores da Vikings conseguiram segurar um pouco os adversários, mas não tanto. A primeira metade terminou em 8-4.

Entretanto, quando os lados viraram, parecia que a VKS jogava sozinha no servidor. Nenhuma defesa da Gamelanders funcionou e a equipe não conseguiu sequer um ponto na metade final. Foram nove pontos em sequência e a VKS fechou o mapa em 13-8.

Destaque da partida, swag – Fonte: VALORANT Esports Brasil

O destaque dessa partida foi para o swag, que fez uma excelente partida de Sage. Seu KDA foi bom e ficou um pouco à frente de seus colegas, 22/17/12, além de uma pontuação média de combate de 317 pontos.

Terceiro mapa – Ascent

Para finalizar a série, a Ascent foi o palco principal. São raras as equipes que usam uma composição diferente para este mapa. A tática mais padrão da Ascent conta com Jett, Sova, Astra, Kay/O e Killjoy e foram essas as escolhas dos dois times.

Assim como foi na Icebox, a Gamelanders trouxe uma defesa com domínio gigante no início de mapa. Os jogadores foram consistentes na contenção dos adversários e, consequentemente, a primeira metade finalizou com um placar favorável de 8-4 para a GLB.

Apesar de uma metade inicial similar ao mapa anterior, aqui a situação foi diferente na metade final. Isso porque a VKS não se encontrou e a Gamelanders se manteve dominante no mapa. Logo, eles devolveram o que sofreram na Icebox e não permitiram que os adversários fizessem sequer um ponto. Assim, vitória para a Gamelanders por 13-4 e chances de playoffs vivas.

Destaque da partida, dgzin – Fonte: VALORANT Esports Brasil

Dessa vez o destaque foi para dgzin, que jogou de Jett. Seu KDA foi de 23/11/4, com uma pontuação média de combate de 344 pontos.

LOUD x TBK Esports

Finalizando as rodadas do dia, foi a vez da LOUD e a TBK Esports subirem ao palco e mostrarem o seu jogo. A partida foi muito bem controlada pela equipe da LOUD, que conseguiu vencer por 2-0, com placares absolutos.

Vale a pena lembrar que o confronto iria finalizar com a invencibilidade de um dos lados. Isso porque a LOUD estava 2-0, enquanto a TBK estava 1-0.

Primeiro mapa – Ascent

Mais uma vez a Ascent apareceu no sábado e, mais uma vez, uma equipe conseguiu controlar a outra totalmente. A LOUD foi com as escolhas padrões do mapa, como dito acima, de Jett, Sova, Astra, Kay/O e Killjoy. Já a TBK resolveu trocar Sova por Skye, o que deu a equipe menos informação, mas mais possibilidades de ataques e defesas.

Na primeira metade, não teve papo para a TBK e a LOUD trouxe uma performance incrível e chegou a fazer 7-0. Sua defesa foi absoluta e por mais que a TBK tentasse, a equipe conseguiu fazer apenas 2 pontos. Logo, 10-2 na primeira metade para a LOUD.

Destaque da partida, aspas – Fonte: VALORANT Esports Brasil

Quando os lados viraram, a TBK foi para a defesa e conseguiu vencer as duas primeiras rodadas. Contudo, foram apenas essas rodadas que a equipe conseguiu vencer. A LOUD precisava apenas de três pontos, o que deu uma boa tranquilidade para a equipe jogar. O mapa terminou em 13-4, com destaque para aspas, que jogou com sua característica Jett. Seu KDA foi de 20/11/8 com uma pontuação média de combate de 333 pontos.

Segundo mapa – Bind

Se a TBK pudesse escolher um mapa para ser apagada da vida deles, essa seria a mais provável escolha. Essa foi a partida da LOUD, sem sombra de dúvidas. As duas equipes optaram por agentes bem parecidos, tendo apenas uma diferença. Os jogadores da TBK foram de Raze, Astra, Viper, Skye e Chamber. Enquanto a LOUD trouxe Sova para o lugar de Chamber, uma escolha mais confortável para a equipe.

Esta nota é um breve resumo das partidas e a LOUD foi tão absoluta, que não tem como se alongar demais. A TBK não pontuou em nenhum dos dois lados e sofreu um massacre da defesa da LOUD na primeira metade. Após um sonoro 12-0, bastou ao time de Sacy administrar a segunda metade e com uma vitória no pistol, a LOUD garantiu sua vaga nos playoffs. 13-0 na Bind e 3-0 no VCT BR.

Destaque da partida, Less – Fonte: VALORANT Esports Brasil

Aqui, o destaque foi Less, que jogou magistralmente de Viper. Seu KDA não foi o melhor da equipe, ficando com um 12/9/11, porém a sua pontuação média de combate foi de 308 pontos, sendo o melhor da equipe.


O VCT BR volta no próximo sábado (05) e os jogos podem ser vistos nos canais oficiais do VALORANT Esports Brasil no YouTubeTwitch e Nimo.

Para acompanhar todas as noticias sobre VALORANT, fique ligado no Esports GG. Acesse o site, Twitter e Instagram e não perca nada do mundo dos Esports.

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de Esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT.