O jogador está suspenso da próxima MD3 do VCT LATAM e ficará em observação por seis meses para prevenir novos casos de toxicidade.

Nesta sexta-feira (11), a Riot Games anunciou a suspensão de Angelo “keznit” Mori, jogador da KRÜ Esports. O atleta não poderá jogar a próxima série MD3 (melhor de três) do VCT Challengers LATAM, ficará com sua conta do Valorant sob observação por seis meses para prevenir casos de toxicidade e ainda será obrigado a fazer um treinamento de profissionalismo.

Segundo a Riot, keznit violou a regra 7.1.2 da Política Global de Competições do VCT que diz o seguinte: 

“Todos os times e todos os membros de times devem seguir os padrões mais altos de integridade pessoal e bom espírito esportivo em todos os momentos. Os membros dos times devem se comportar de maneira profissional e esportiva em suas interações com outros competidores, Oficiais da Liga, a Operadora da Liga, a imprensa, patrocinadores e torcedores […]”

Contexto do caso envolvendo keznit

A situação começou quando o treinador da Gamelanders Blue, Ian “shaW” Jardim, postou um print em seu perfil de Twitter em que mostra keznit chamando Douglas “dgzin” Silva de CJ do Valorant, em referência ao protagonista negro do jogo GTA SA. Em seguida, keznit se defendeu dizendo que a afirmação não foi racista.

Após a repercussão do caso, foi anunciado o banimento da KRÜ dos servidores de treinos da América do Sul via PRAAC. No entanto, a decisão foi revertida no dia 21 de fevereiro, após a organização argentina publicar um comunicado informando que aplicou sanções internas a keznit. A KRÜ não especificou quais medidas foram tomadas em relação ao jogador.

Vale ressaltar que os servidores de treinos utilizados por meio da plataforma PRAAC são completamente geridos pela comunidade e não tem ligação direta com a Riot Games.

Para acompanhar todas as noticias sobre VALORANT, fique ligado no Esports GG. Acesse o site, Twitter e Instagram e não perca nada do mundo dos Esports.

Filed Under
João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.