Com placares de 2-1, FURIA e Vivo Keyd conseguiram vencer suas partidas de estreia.

O primeiro final de semana do VCT BR se encerrou no último domingo (13), com duas partidas acirradas. O primeiro jogo do dia foi FURIA contra Ninjas in Pyjamas, com direito a xand enfrentando sua ex-equipe. Logo em seguida, a Vivo Keyd fez a sua estreia, jogando contra a Sharks Esports.

FURIA x Ninjas in Pyjamas

A Ninjas in Pyjamas chegou ao torneio através do classificatório aberto e veio com xand, benz1, bnj, cauanzin e Jonn. Do outro lado, a FURIA trouxe um reforço conhecido da torcida: ableJ. Assim, eles vieram com qck, mazin, khalil, nzr e ableJ.

Primeiro mapa – Ascent

Ascent foi o mapa escolhido pela FURIA, logo, a NIP escolheu a defesa para começar o confronto. Com composições parecidas, as equipes estavam apostando em dois tipos de estratégias. Os Ninjas optaram por jogar com uma composição de Jett, Astra, Sage, Killjoy e Sova. Dessa forma, a equipe iria buscar mais informações e neutralizar as ultimates da Killjoy.

Por outro lado, a FURIA jogou com Jett, Astra, Sage, Killjoy e KAY/O. Uma composição focada em informação e abertura de locais. O conjunto de habilidades do KAY/O são excelentes para entrar em bombs e neutralizar a Killjoy inimiga com a sua faca (Ponto/Zero) e ultimate (Anular/CMD).

Logo de cara foi possível ver as mudanças dos Panteras para o novo ano. qck assumiu a função de duelista e teve uma boa estreia neste papel. Com uma primeira metade equilibrada, a FURIA saiu em vantagem, finalizando em 7-5.

A virada de lados trazia esperança para a NIP, uma vez que Jonn e xand iriam atuar de forma mais agressiva. Entretanto, foi a FURIA que fez quatro pontos seguidos, ficando bem perto de fechar o mapa. No final das contas, mesmo com os Ninjas tentando conquistar o controle do jogo, eles não conseguiram buscar o resultado. Assim, a FURIA venceu por 13-9 em seu mapa de escolha.

O destaque dessa partida foi para o duelista da FURIA, qck. Com um KDA de 21/15/6 e PMC (Pontuação Média de Combate) de 275, o jogador conseguiu se destacar bem na nova função, mostrando que seu tempo parado não o atrapalhou.

Segundo mapa – Icebox

Icebox é conhecido por ser um mapa extenso, o que permite o uso de dois duelistas. Por ser escolha da NIP, a FURIA optou por começar atacando. Como dito acima, o fato da Icebox ser longa, faz com que a diversidade de composição de agentes seja enorme.

A FURIA escolheu jogar com uma composição bem agressiva, usando Jett, Viper, Sage, Sova e Chamber. O uso de Chamber fornece, além de informação, uma agressividade bem importante na Icebox. khalil mostrou isso muito bem durante o mapa.

Enquanto isso, a Ninjas in Pyjamas aproveitou o talento de seus jogadores e trouxe uma composição de dois duelistas. Tanto xand, quanto Jonn atuam como duelistas e, nesse mapa, se tornam uma excelente dupla. Os agentes escolhidos pelos Ninjas foram Jett, Reyna, Sova, Viper e Sage.

A Icebox possui um ataque com maior vantagem. Logo, a FURIA escolheu começar nesse lado e fez valer sua escolha. Isso porque a equipe conseguiu dominar as ações muito bem atacando e finalizou a primeira metade em 8-4.

Quando os lados viraram, foi a vez da NIP começar a aplicar o seu domínio e força da sua composição, fazendo valer sua escolha de mapa. A escolha de uma dupla de duelistas se mostrou bem forte, com um ataque muito opressor. Dessa forma a NIP conseguiu virar o placar e vencer por 13-11.

O destaque dessa partida foi para o Jonn, que fez uma grande partida com a sua Reyna. Seu KDA foi de 24/16/2 e 284 PMC.

Terceiro mapa – Breeze

O mapa decisivo foi a Breeze, que passou por algumas mudanças, e é considerado um dos mais equilibrados do map pool. A FURIA começou defendendo o mapa, o lado considerado o mais desvantajoso. As equipes fizeram, novamente, dois tipos diferentes de estratégias na hora de escolher os seus agentes.

A Ninjas in Pyjamas escolheu mais uma vez jogar com uma dupla de duelistas. Assim como na Icebox, a Breeze possui muito espaço aberto, permitindo um trabalho mais agressivo da classe. A composição dos Ninjas foi Jett, Reyna, Cypher, Sova e Viper.

Por outro lado, a FURIA optou por segurança, investindo em informação. Isso também é uma boa tática para a Breeze, uma vez que existem várias entradas no local e é bem complicado cobrir todas elas ao mesmo tempo. Os agentes escolhidos por eles foram Jett, Viper, KAY/O, Cypher e Sova.

Na primeira metade, as duas equipes mostraram um alto nível de gameplay. As defesas da FURIA estavam bem agressivas, tentando pressionar os inimigos por todos os lados. Enquanto isso, a NIP conseguiu fazer boas rodadas, inclusive algumas econômicas. No final, a primeira metade terminou empatada. 

Quando os lados viraram, as equipes voltaram a mostrar um jogo bem forte, com as estratégias e composições funcionando muito bem. A Ninjas in Pyjamas chegou a fazer o seu 11o ponto, mas não conseguiu fechar o mapa. Com quatro pontos conquistados em sequência, a FURIA conseguiu sair com a vitória por 13-11.

O grande destaque dessa partida foi para o mazin, que fez uma excelente partida com a sua Viper. Mesmo não tendo o melhor KDA da partida (18/17/6), o seu PMC foi bem alto, com 239 pontos.

Vivo Keyd x Sharks Esports

A poderosa Vivo Keyd enfrentou a reformulada Sharks Esports numa partida bem equilibrada. As duas equipes tiveram bons resultados no ano de 2021, sendo que a VK conseguiu se classificar para o Champions.

A Sharks Esports teve um ano bem mediano e resolveu apostar em outros nomes para essa nova etapa. Mantendo duas de suas principais peças, gaabxx e prozin, a equipe conta agora com três grandes reforços: a dupla portuguesa KILLDREAM e Addicted, junto com o ex-jogador da Team Vikings, frz. Por outro lado, a Vivo Keyd manteve a sua composição classificada para o Champions 2021. Ou seja, a equipe conta com: heat, mwzera, murizzz, JhoW e v1xen.

Primeiro mapa – Fracture

Fracture foi escolha da Vivo Keyd, que resolveu surpreender, uma vez que o mapa é raramente escolhido. Logo, são poucas as táticas exploradas pelas equipes.

Apostando em estilos de jogo diferentes, as equipes fizeram escolhas bem diversas. A Sharks escolheu jogar com Jett, Astra, Cypher, Breach e Viper, uma composição forte para ataques rápidos, além de tirar inimigos da posição. Além disso, a dupla de controladores, consegue tirar a visão inimiga, deixando tudo muito incerto antes de qualquer tomada de decisão.

Enquanto isso, a Vivo Keyd foi mais segura e trouxe Jett, KAY/O, Viper, Killjoy e Viper. Uma composição bem tradicional no mapa, focada na proteção, tanto no ataque quanto na defesa. A Killjoy consegue montar uma proteção forte, enquanto o KAY/O coleta informação, além de abrir bem os bombs.

A VK conseguiu um inicio forte na partida e chegou a abrir um placar de 6-1. Porém, depois de uma pausa tática, a Sharks Esports conseguiu colocar a cabeça no lugar e trouxe o placar de volta. A primeira metade terminou em 7-5 para a VK.

Quando os lados viraram, a Vivo Keyd conseguiu seu 10o ponto e ficou bem perto da vitória. Entretanto, a Sharks, de forma surpreendente, conseguiu anular as ações dos adversários e trouxe uma vitória improvável de 13-10 após uma sequência de 7 pontos consecutivos.

O destaque da partida foi gaabxx, que conseguiu performar muito bem de Jett. Seu KDA foi de 19/13/2 e incríveis 250 PMC.

Segundo mapa – Ascent

Ascent é um mapa carimbado no cenário, uma vez que diversas equipes o escolhem. E dessa vez foi o momento da Sharks Esports. Por ter um sistema tático mais fechado, existem poucas variações de composição. Entretanto, nessa disputa, houveram escolhas diferentes

Pelo lado da Vivo Keyd, os agentes escolhidos foram Jett, Sova, Astra, Killjoy e Sage. Essa composição é bem padrão, dando todas as ferramentas necessárias para o ataque e defesa. A Sage consegue reerguer um aliado com a sua ultimate, além de ter suas paredes fechando passagens importantes. Já o Sova fornece muita informação, além de ter uma ultimate bem forte, principalmente para tirar os adversários de posição.

Pela Sharks Esports, as escolhas foram de Jett, Sova, Astra, KAY/O e Cypher. Aqui, a Sharks focou em coleta de informação. KAY/O possui um conjunto de habilidades bem forte e quando bem usado, como foi o caso dessa partida, consegue causar grandes estragos.

A defesa da Vivo Keyd foi muito bem montada. Os seus pontos foram bem cruciais, conseguindo deixar os adversários numa desvantagem razoável. A primeira metade terminou em 8-4 e a Sharks virou o lado num aperto considerável.

Por mais que a Sharks tentasse conquistar alguns pontos, o ataque da Keyd foi extremamente certeiro. A combinação da ultimate do Sova com a entrada acelerada da Jett foi muito bem usada pela VK. Assim, a equipe conquistou a vitória, por 13-9, levando toda a decisão para o mapa final, Icebox.

O destaque da partida foi para a Jett mais ‘quente’ do Brasil, heat. Com um KDA de 20/10/8 e um PMC de 270, o duelista deixou a sua marca no VCT BR 2022.

Terceiro mapa – Icebox

A Vivo Keyd escolheu jogar com Jett, Sage, Killjoy, Viper e Sova. Uma escolha bem padrão, com uma proteção extra por conta da Killjoy. Além disso, Sova é muito importante, conseguindo cuidar do pós plant ou neutralizar o plant das Spikes.

Por parte da Sharks Esports, a escolha foi de Jett, Viper, Sage, Sova e KAY/O. Novamente, a equipe escolheu jogar com o KAY/O, mostrando uma preferência bem grande pelo campeão.

Começando no ataque, a Vivo Keyd mostrou táticas fortes, com avanços divididos. A dupla heat e mwzera conseguiram executar suas invasões muito bem e foram fundamentais para trazer a vantagem parcial de 8-4.

Quando os lados viraram, foi a vez da Sharks atacar, buscando correr atrás do prejuízo. Entretanto, a defesa da Keyd estava muito bem montada, com a equipe conseguindo fazer retakes fortes pelas costas da equipe adversária. O mapa terminou em 13-7 e a VK trouxe uma vitória na estreia.

O destaque foi novamente para o duelista heat. Seu KDA foi de 29/16/2, 14 abates a mais que o melhor jogador adversário.

Próximas partidas

O VCT BR 2022 volta no próximo final de semana, com mais quatro partidas. Dessa vez, acontecerão as estreia de TBK Esports e LIGHT INGAMING Esports. Confira as partidas:

Sábado (19/02)

  • Sharks Esports x Ninjas in Pyjamas – 17h
  • FURIA x LIGHT INGAMING – 19h

Domingo (20/02)

  • Liberty x LOUD – 17h
  • Gamelanders Blue x TBK Esports – 19h

As transmissões acontecem nos canais oficiais do VALORANT Esports Brasil, pelo YouTubeTwitch e Nimo.

Para acompanhar todas as noticias sobre VALORANT, fique ligado no Esports GG. Acesse o site, Twitter e Instagram e não perca nada do mundo dos Esports.

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT. Experiência em portais como Globo Esporte e passagem em times de esports.