Após derrota amarga para a Crazy Raccoon, a Havan Liberty dá adeus ao VCT Masters Berlin. Vivo Keyd segue viva na competição.

Encerrando o quinto dia do VCT Masters, a Havan Liberty perdeu o confronto contra a Crazy Raccoon e deu adeus ao campeonato. Ambas as equipes estavam na chave inferior e precisavam de uma vitória para seguirem vivas rumo aos playoffs.

O confronto foi bem atípico por parte da equipe brasileira, que só conseguiu demonstrar um pouco mais do seu jogo no segundo mapa. Confira um resumo do confronto..

Havan Liberty x Crazy Raccoon

havan liberty - masters berlin

Depois de um confronto duro contra a 100 Thieves na abertura da competição, com derrota por 2-0, a Havan Liberty precisaria passar pela Crazy Raccoon, que sofreu uma dura derrota para a Gambit Esports, em uma partida terminada também em 2-0, mas com dois resultados 13-1.

A equipe brasileira chegou para o confronto com certo favoritismo. Ao contrário dos brasileiros, o estilo de jogo adotado pelos japoneses é, na maioria das vezes, passivo. Mas a realidade foi outra durante a partida, e a Crazy Raccoon dominou completamente o jogo, não permitindo reações da Havan Liberty.

A Crazy Raccon possui um jogador nipo-brasileiro, Hideki “Fisker” Sasaki. Ele conversou com os casters brasileiros e falou um pouco sobre sua trajetória no cenário competitivo e sobre a vontade de enfrentar os times do Brasil.

Primeiro mapa – Haven

Como a Haven foi escolha da equipe brasileira, a Crazy Racoon teve direito a escolha de lado e optou pela defesa. Nesse sentido, a escolha de agendes apresentou diferenças pontuais entre os dois lados: a Havan Liberty escolheu jogar com Breach (krain), Jett (liazzi), Astra (pleets), Skye (shion) e Cypher (Myssen); Crazy Raccoon optou por Raze (neth), Cypher (Medusa), Jett (Munchkin), Brimstone (ade) e Skye (Fisker).

Inicialmente, o time da Havan tentava conquistar alguns pontos de ataque, mas sem muito sucesso. Quando a partida estava em 3-2 para os brasileiros, tudo começou a desandar. Os japoneses conseguiram fazer cinco pontos seguidos, finalizando a primeira metade com vantagem de 7-5 – placar significativo para a Crazy Raccoon.

crazy raccoon - masters berlin

Após a troca de lados, a equipe japonesa apresentou um ataque de altíssimo nível, conseguindo levar o mapa para o map point sem perder um round sequer. Com o risco iminente de perder logo no mapa de escolha, os jogadores da Havan lutarem e conseguiram fazer quatro pontos. Mas não foi o suficiente e a Crazy Racoon saiu vitoriosa, finalizando a partida em 13-9.

Segundo mapa – Split

Split parecia um replay dos acontecimentos em Haven: a Crazy Raccon novamente impôs seu ritmo e ditou as regras da partida. As equipes seguiram seus estilos na escolha de agentes, sem apostar em nenhuma surpresa: a Crazy Raccoon optou por Astra (neth), Cypher (Medusa), Jett (Munchkin), Viper (ade) e Skye (Fisker); a Havan Liberty escolheu por Skye (krain), Killjoy (liazzi), Astra (pleets), Raze (shion) e Viper (Myssen).

Logo na primeira metade do mapa, um atropelo. A Crazy Racconn abusou de ataques rápidos, bem diferentes do estilo habitual da equipe. Foram diversas rodadas equilibradas, mas a equipe brasileira pecava nos detalhes. Como resultado, 9-3 pra a Crazy Raccoon, dando pouca margem de erros para a Havan Liberty após a virada de lados.

A equipe japonesa novamente ganhou o pistol round e garantiu os dois pontos iniciais, ficando próxima do match point. Próximos da derrota, os brasileiros lutaram como podiam para tentar uma improvável recuperação: foram cinco rodadas em sequência, com direito à jogadas realmente impactantes. Mas, após uma pausa da Crazy Raccoon, a equipe conseguiu ajustar sua estratégia e garantir a vitória: 13-8 e despedida do VCT Masters Berlin.

E o mundial?

Com os resultados dessa terça-feira, Vivo Keyd e Team Vikings estão classificadas para o Mundial de Valorant, que será disputado no final do ano. Além disso, o time da Sharks Esports disputará o Last Chance LATAM.

Ainda existe uma pequena chance da Sharks se classificar direto para o Mundial. Eles dependem de uma vitória da Vivo Keyd no Masters Berlin, uma vez que o campeão se classifica diretamente para a competição e garante mais uma vaga para sua região. Ainda assim, é um cenário complicado e extremamente improvável.

Pós jogo

A equipe do Valorant Esports Brasil conversou com o jogador pleets ao final da partida. O brasileiro falou um pouco do sentimento da derrota e sua percepção sobre o desempenho da equipe durante o campeonato. Confira na íntegra:

O VCT Masters acontece diariamente até o dia 19 de setembro, data da Grande Final. Todas as partidas começam às 10h, com transmissão oficial no YouTube Twitch do VALORANT.

Fique ligado no esports.gg para todas as atualizações e novidades de VALORANT.

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT. Experiência em portais como Globo Esporte e passagem em times de esports.