A estrutura de poder norte-americana do VCT mudou, com os ex-campeões regionais Sentinels, Cloud9 e The Guard com um recorde combinado de 2-7 na fase de grupos.

No que equivale a algumas semanas bizarras para os resultados do VCT, a terceira semana seguiu o exemplo com mais surpresas selvagens. Fora o domínio da OpTic Gaming em 3-0, o resto dos grupos basicamente mudou desde o primeiro estágio. Começando com indiscutivelmente as equipes mais surpreendentes para estar no topo do grupo A depois de três semanas.

100 Thieves e Ghost Gaming lideram o Grupo A

As duas equipes do grupo A que entraram pelo Open Qualifier #2 parecem ameaças legítimas. 100 Thieves já venceram XSET e The Guard. Os favoritos pesados ​​entrando no palco. Ghost Gaming está em 2-1 com vitórias sobre The Guard e NRG – mostrando grandes melhorias ao longo do caminho.

Na verdade, 100 Thieves perderam apenas três vezes em suas últimas 14 partidas de VCT (todas as três derrotas para o TSM). Adicionar XSET e The Guard à lista de acertos solidifica ainda mais essa jovem lista. Isso mostra sua capacidade de fazer uma corrida profunda, apesar de sua relativa inexperiência. A ativação de William “Will” Cheng e Sean “bang” Bezerra provou ser um grande diferencial. Poucas equipes têm tanto poder de fogo quanto 100 Thieves entre bang, Will e Peter “Asuna” Mazuryk.

No entanto, a Ghost Gaming com Marc-Andre “NiSMO” Tayar contra Raze parece aterrorizante. Em seus últimos quatro mapas (93 rodadas no total), NiSMO tem um ridículo +39 KD e um ACS combinado de 321. Contra o NRG, ele contribuiu com uma rodada multi-kill em 37% do total de rodadas, incluindo quatro rodadas separadas de 4k. Em termos de melhores performances do estágio dois, NiSMO contra NRG está sozinho.

O obstáculo da VCT North America Group B

Depois que o Masters One vence a OpTic, o campo das equipes do grupo B fica ralo. A nova lista Cloud9, Evil Geniuses, Luminosity e FaZe Clan entram na reta final separados por um jogo. Apenas os Sentinels, que trotaram o ex-membro do FaZe Clan e atual treinador principal Shane “Rawkus” Flaherty e o substituto Dani Hashweh contra a OpTic, caíram na corrida dos playoffs.

A principal história do grupo B sendo Evil Geniuses em 2-1. A quantidade de desrespeito sentida pelos jogadores de EG deve ser imensa. No entanto, eles continuam apresentando resultados promissores e se aproximando dos quatro primeiros colocados, apesar de muitos céticos em seu caminho. Entre Kelden “Boostio” Pupelloon no Chamber e Alexander “Jawgemo” Mor no Raze, a habilidade explosiva nas entradas e a capacidade de jogar agressivamente na defesa desbloqueou o potencial desta equipe.

Cloud9 atualmente está fora dos playoffs

As dores de crescimento com a introdução de Rahul “curry” Nemani no elenco estão começando a aparecer. Com Anthony “Vanity” Malaspina forçado ao papel de Iniciador e curry em smokes, a composição da equipe parece no limbo. Depois de perder para o FaZe sem vitórias, sendo incapaz de desacelerar o Andrej “BABYBAY” Francisty, o C9 caiu abaixo de um recorde de 0,500. Agora, o Cloud9 está fora dos playoffs pela primeira vez desde que Tyson “TenZ” Ngo se mudou para o Sentinels.

Partidas da Quarta Semana e Regras de Desempate

Olhando para o futuro, a quarta semana é o fim de semana de sucesso ou fracasso para a maioria das equipes. O confronto principal sendo The Guard vs XSET, com The Guard prestes a sair dos playoffs com uma derrota.

Além disso, será interessante ver se a EG pode continuar essa sequência de fortes exibições contra a OpTic. Gaming, EG e 100 Thieves podem garantir um lugar com uma vitória na próxima semana, mas com tantas equipes congestionadas, provavelmente chegará ao desempate.

E para relembrar, veja como funcionam as regras de desempate:

  • Pontuação do confronto direto
  • Diferencial do mapa H2
  • Diferencial da rodada do confronto direto
  • Diferencial geral do mapa
  • Diferencial geral da rodada
Blake Van Poucke -

Blake Van Poucke

| Twitter: @TokyoDown

Blake Van Poucke is a Valorant writer at esports.gg. He found esports through the early days of MLG and the Super Smash Bros Melee scene. He's been competing and writing about esports dating back to 2008. He has written for several publications and wishes to return to in-person esports events in 2022