O In-Game Leader da Bravos comentou sobre o seu desabafo recente nas redes sociais em relação ao cenário nacional

No início de agosto a Bravos tomou o cenário nacional de surpresa ao bater a Sharks na final do CBCS Elite League 2. Tidos como os azarões da final, uma vez que o adversário havia batido a MIBR e tinha passado por um período na europa, a Bravos conseguiu carimbar o caneco. O Esports.gg conversou com Adriano “WOOD7” Cerato, também conhecido como Woody, que falou sobre o cenário nacional.

Após o título inesperado, Woody usou sua página no Twitter para desabafar sobre situações vividas pelos profissionais de CS:GO do cenário nacional.

Durante a conversa o IGL da Bravos falou um pouco sobre o cenário nacional e também, mesmo a equipe não sendo a mais conhecida, eles ainda possuem privilégios que a maioria do cenário não possui.

“Hoje todos os envolvidos da Bravos conseguem dedicar 100% do tempo [ao CS:GO], mas a gente é uma exceção. Eu vejo uma evolução de dois anos pra cá muito grande, mas ainda acho que falta muito”, relata Woody.

Perguntado sobre o desabafo nas redes, o jogador afirma que não culpa a torcida brasileira, mas que os “influenciadores de opiniões” poderiam exercer um papel melhor no crescimento e valorização do cenário nacional de CS.

“Quando se fala ‘queremos um major, queremos um time forte lá fora’, mas você trata o cenário nacional como uma piada, que é onde está a base, onde estão os jogadores que algum dia irão nos representar, você está tirando a oportunidade de muitos jovens se destacarem porque não vai ter investimento, não vai ter respeito”, conta o IGL.

bravos
Foto: Reprodução/Instagram

WOOD7 acredita que um número pequeno de formadores de opinião detém influência sobre uma parcela majoritária do público. Consequentemente, a chance de alienação da torcida cresce caso essas presenças fortes não engajem com o cenário nacional.

“Era em relação a isso a minha declaração. Eu estava muito triste com a forma que o cenário nacional é tratado. A gente tem a Havan, a Paquetá, a Bravos, Isurus, 9z. Times fortes, só que a galera não conhece direito o cenário nacional e aí quando é mencionado, os formadores de opiniões falam com ar de desdém. De certa forma as pessoas acabam alienadas por conta disso”, desabafou Woody.

O jogador finaliza o papo dizendo que espera que uma conquista como essa da Bravos mostre que o cenário é forte. Além disso, ele torce para que essas pessoas que possuem grande influência com o público possam executar um papel maior com o CS:GO brasileiro.

“Eu gostaria que essas pessoas passassem um pouco dessa energia que elas têm, a força para mais pessoas, para o restante da comunidade, daí a gente teria um caminho com mais força”, finalizou Woody.

Fique ligado em esports.gg para as últimas notícias e atualizações de CS:GO.

Filed Under