A Matilha acabou derrotada na melhor de cinco que valia permanência no Mundial.

Nesta sexta-feira (08), foram disputadas as primeiras séries MD5 do Worlds 2021 valendo permanência no torneio. Para a tristeza dos torcedores brasileiros, a Red Canids acabou derrotada na melhor de cinco contra os australianos da PEACE pelo placar de 3×2. A Matilha abriu a série com vitória dominante, Alexandre “TitaN” Lima foi o grande destaque da partida por conta da sua performance excelente. Em seguida, o time brasileiro sofreu dois revezes em sequência, isso fez com que eles optassem por escalar o meio Avenger, que não jogava uma partida oficial desde a Fase de Pontos do CBLOL. A Red obteve um triunfo com ele, mas sofreu derrota na partida seguinte, fato que decretou a eliminação da equipe.

Além disso, a Beyond Gaming levou a melhor em cima da Galatasaray Esports e se classificou para a próxima MD5. A equipe taiwanesa enfrentará os coreanos da Hanwha Life Esports, o vencedor garante vaga para a Fase de Grupos. Confira um resumo dos jogos.

Galatasaray Esports X Beyond Gaming

Jogo 1 – Galatasaray Esports abre a série com vitória

O primeiro jogo do dia marcou um confronto completamente caótico entre as duas equipes. Os dois times apostaram na agressividade desde cedo na partida e isso gerou alguns abates para os dois lados. A partida acabou se prolongando bastante, isso porque mesmo quando uma das equipes assumia a dianteira em vantagem, o outro time conseguia se recuperar com uma boa jogada, e isso se repetiu várias vezes. Ao longo da disputa acirrada, dois jogadores se destacaram: Chiu “Doggo” Tzu-Chuan com sua Kai’sa, e Onur “Bolulu” Can Demirol com a Zoe. 

O atirador da Beyond foi o grande alvo da maioria dos banimentos nos picks e bans, e mesmo assim foi muito impactante para o seu time. Por outro lado, o mid laner da Galatasaray praticamente ganhou o jogo sozinho abusando de todo o poder de seu campeão. Ao final, a Galatasaray, que já tinha garantido dragão ancião, ganhou uma última luta decisiva e partiram para o GG. Vitória da Galatasaray Esports.

Jogo 2 – Galatasaray fica a um jogo de fechar a série

Bolulu da Galatasaray – Foto: Michal Konkol/Riot Games

A segunda partida da série pareceu uma reprise da anterior. Mais uma vez tivemos um jogo extremamente prolongado, com muitas lutas e trocas de objetivo. Dessa vez, parecia que a Beyond levaria a melhor, a equipe havia garantido a alma do oceano e posteriormente um barão. Mas, enquanto eles batiam retirada para a sua base, a Galatasaray conseguiu interceptar a rotação deles e limpou a maioria dos adversários. Em seguida, os turcos partiram rumo à base do time taiwanês e fecharam o jogo. Vitória da Galatasaray Esports.

Jogo 3 – Beyond Gaming reage e vence a primeira

Depois de tomar duas viradas, a Beyond Gaming finalmente conseguiu seu primeiro triunfo na série. A equipe já começou na dianteira dos abates com uma excelente iniciação de Kino na rota inferior. A partir disso, eles encaixaram boas jogadas uma atrás da outras e assim construíram uma boa vantagem. 

Contudo, os taiwaneses tiveram dificuldade novamente em usar esses recursos para acelerar a partida. No fim das contas, eles conseguiram encaixar uma última boa luta e finalizaram a partida em seguida. Vitória da Beyond Gaming.

Jogo 4 – Beyond Gaming empata a série e leva a decisão para quinto jogo

Jogadores da Beyond Gaming – Foto: Liu YiCun/Riot Games

No jogo mais equilibrado da série, a Beyond Gaming empatou a série e levou a decisão para o quinto jogo. Mais uma vez, o grande destaque do time taiwanês foi a atirador Doggo, que ficou gigantesco com sua Miss Fortune e fez muita diferença nas lutas a favor da sua equipe. A Galatasaray até teve boas chances de finalizar a partida, principalmente quando fizeram um barão e abriram torres tier 3 da base inimiga. Mas não foi o suficiente para pôr um fim ao ímpeto da Beyond, que emplacou boas jogadas no fim de partida e finalizou o confronto.

Jogo 5 – Beyond Gaming fecha a série e crava classificação para próxima MD5

O último jogo da série marcou o triunfo da Beyond Gaming em cima dos turcos. Agora, a equipe irá enfrentar os coreanos da Hanwha Life valendo mais uma vez a permanência na competição. Dentro do Rift, vimos mais uma vez o caos dando as caras na maior parte do confronto. Doggo foi o maior destaque da sua equipe mais uma vez, ele trouxe novamente a Miss Fortune, mas agora com uma build focada em crítico. O jogador conseguiu abates cedo e foi uma das maiores fontes de dano da Beyond Gaming ao longo da disputa. Depois de um roubo de barão impressionante, o time taiwanês usou o poder da buff para empurrar as rotas de minions para dentro da base inimiga e finalizaram a partida. Vitória da Beyond Gaming.

Red Canids x PEACE

Jogo 1 – Red Canids abre a série com jogo dominante

TitaN da Red Canids – Foto: Wojciech Wandzel/Riot Games

Na primeira partida da série, a Red Canids entrou no Rift com seus picks de conforto: o Lee Sin de Gabriel “Aegis” Lemos, o Kled de Daniel “Grevthar” Xavier e, principalmente o Ezreal de Alexandre “TitaN” Lima passaram no draft e foram escolhidos. A Matilha teve um começo de jogo levemente conturbado por saírem atrás na troca de abates, mas logo se recuperou ao encaixar boas jogadas. O maior destaque da partida foi justamente o atirador TitaN, que protagonizou jogadas que fizeram a torcida brasileira vibrar. O jogador jogou de forma agressiva do início ao fim da partida e ficou gigante. Depois de ganhar lutas decisivas, a equipe brasileira efetuou um barão e partiu rumo à base para finalizar a partida. Vitória da Red Canids.

Jogo 2 – PEACE vence a primeira e empata a série

No segundo confronto, as duas equipes montaram composições muito parecidas com a do primeiro jogo, fato que parecia favorecer a Red Canids. Mas não foi o caso, a PEACE teve um bom começo de partida e trabalhou muito bem as pequenas vantagens que adquiriram. Já a Red não conseguiu fazer o mesmo, houveram momentos que a Matilha saiu com pequenos triunfos, mas os erros que eles cometeram pesaram muito mais. No final, a PEACE levou a melhor em uma última luta decisiva e empatou a série. Vitória da PEACE.

Jogo 3 – PEACE triunfa mais uma vez e fica a um jogo de fechar a série

Tally da PEACE – Foto: Michal Konkol/Riot Games

A Red Canids sofreu nó tático desde o draft. A PEACE trouxe escolhas inusitadas para a sua composição e isso parece ter impactado no planejamento de jogo da Matilha. Dentro de partida, o time brasileiro cometeu alguns erros no início de jogo que comprometeram bastante o decorrer do confronto. O caçador e o atirador do time australiano garantiram abates importantes cedo e isso fez com que eles acelerassem sua itemização.

A Red ainda conseguiu esboçar reação em momentos-chave da partida com algumas boas jogadas. Mas acabaram sendo punidos quando tentaram uma jogada arriscada e sofreram um Ace. Assim, a PEACE fez o barão e marchou rumo à base para finalizar o jogo. Vitória da PEACE. 

Jogo 4 – Red Canids empata novamente e leva decisão para quinto jogo

No quarto jogo, a Red fez substituição na rota do meio. Adriano “Avenger” Perassoli, que não jogava um jogo oficial desde a Fase de Pontos do CBLOL, entrou no momento mais decisivo para a Matilha, e o mid laner não decepcionou.

A Matilha fez tudo certo nesse jogo, fizeram chamadas certeira, souberam respeitar seus momentos de pressão e foram impecáveis em todas as lutas. Depois de fazer um barão, os brasileiros partiram para o GG e fechou o jogo. Vitória da Red Canids.

Jogo 5 – Red Canids é derrotada e dá adeus a competição  

Na partida que definiu a série, as coisas começaram a dar errado muito cedo para os brasileiros. A PEACE partiu rumo ao bônus de Vermelho da Red e tentou roubá-lo, e neste momento a Matilha forçou uma iniciação que não se pagou. Ao longo do confronto, a PEACE emplacou jogadas bem sucedidas em sequência e assim construíram uma bola de neve de vantagem. A Red tentou voltar na partida ao propor investidas contra os australianos, mas nada dava certo. No fim das contas, a PEACE finalizou o jogo e fechou a série. Vitória da PEACE.

Grevthar da Red Canids – Foto: Michal Konkol/Riot Games

O Worlds 2021 continua amanhã (09), agora para definir os dois classificados para a Fase de Grupos. Os confrontos do dia serão: Cloud9 x PEACE e Hanwha Life Esports x Beyond Gaming. Você pode acompanhar os jogos nos canais do CBLOL na Twitch e Youtube

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de League of Legends.

João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.