Robo informou que paiN não facilitou conversas do atleta com times do exterior.

O jogador de League of Legends, Leonardo “Robo” Souza anunciou através de seu Twitter na noite da última segunda-feira (16) a sua saída da paiN Gaming, de forma conturbada. Isso porque o top laner, que havia ficado um mês na Europa, estava procurando uma equipe para jogar no exterior. Infelizmente, de acordo com o jogador, ele não conseguiu levar adiante nenhuma conversa com equipes europeias, uma vez que a paiN não l. Pelo simples fato de não conseguir um documento autorizando tal conversa.

No comunicado, o jogador disse o seguinte:

Contudo, apenas a autorização verbal não bastaria. Eu precisava de um documento assinado (poderia ser até digitalmente) pela paiN Gaming confirmando que eu estava isento de qualquer regra que cobria poaching e poderia livremente poder conversar com outros times. Infelizmente, mesmo solicitando várias vezes, esse documento nunca foi enviado e não consegui me conectar com nenhuma oportunidade internacional. Hoje, acredito que a maior parte dos times do exterior já fechou as suas line-ups para a próxima temporada.

Robo, no seu TwitLonger

Para quem não conhece, poaching é o ato de aliciar um jogador, sem conversar antes com a organização. Esta ação é proibida, uma vez que garante que tudo aconteça de uma forma ética para os envolvidos. Dessa forma, todos estão assegurados de seus contratos e que um jogador ou equipe, aja de má fé.

A repercussão do caso foi extremamente negativa, com jogadores, streamers e pessoas próximas de Robo se pronunciaram. Todos corroboraram com as reclamações do jogador, focando na atitude questionável que a organização havia tomado. Confira o que algumas pessoas do cenário disseram.

Ainda não se sabe para onde o jogador irá no próximo split. De acordo com apurações do MGG Brasil, o jogador irá jogar na LOUD, junto com o seu companheiro, Thiago “tinowns” Sartori. O midlaner, assim que compartilhou a noticia de Robo, tirou de sua rede social o time no qual ele jogava.

A paiN, até o momento de publicação dessa matéria, não se pronunciou sobre o acontecimento. Contudo, é provável que a organização se manifeste, uma vez que os contratos dos jogadores estão se encerrando e a janela do CBLoL está aberta. De acordo com os dados informados pela Riot Games, eles irão acabar no seguintes dias:

  • Robo – 15/11/2021
  • CarioK – 15/11/2022
  • Tinows – 15/11/2021
  • brTT – 16/11/2021
  • Luci – 16/11/2021

Ou seja, apenas o jungler tem contrato firmado com a organização. Ainda não se sabe se Felipe “brTT” Gonçalves irá jogar o próximo split, uma vez que existem especulações que indicam que ele irá dar uma pausa do competitivo. A mesma coisa vale para o antigo suporte, Han “Luci” Chang-hoon, que deverá ir para outra organização ou voltar para a Coréia do Sul.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de League of Legends

Lucas Bauth -

Lucas Bauth

Lucas Bauth, redator e analista de esports, com foco em jogos como Valorant, League of Legends e TFT. Experiência em portais como Globo Esporte e passagem em times de esports.