O atirador da paiN falou durante as coletivas sobre os problemas que a paiN enfrenta nos treinos, e fez uma avaliação do Netuno, atirador do Flamengo. BrTT também comentou sobre outros temas.

O último domingo foi palco do confronto entre paiN e Flamengo, disputa que já se tornou clássico no cenário competitivo de League of Legends. A partida foi reedição da disputa que marcou a estreia da segunda etapa do CBLOL, ainda no primeiro turno da fase regular. O Flamengo levou a melhor ao vencer a paiN novamente no confronto direto. Dessa forma, os rubro-negros seguem isolados no primeiro lugar da tabela e a paiN permanece logo abaixo em segundo.

Depois da partida, Felipe “brTT” Gonçalves comentou durante entrevista coletiva sobre os problemas que a paiN vem enfrentando nos treinos; fez sua avaliação do Netuno, atirador do Flamengo; falou sobre as perspectivas de playoff e ainda comentou um pouco sobre a partida contra o Flamengo.   

O Dionrray falou na última coletiva que a paiN estava tendo problemas durante os treinos da última semana. Você pode comentar sobre isso?

brTT: Cara, esse é um problema que sempre aconteceu com a gente. A gente não consegue jogar os treinos do mesmo jeito que a gente joga o CBLOL. Eu acho que é uma coisa que requer muito esforço mental. Jogar do mesmo jeito que a gente joga o CBLOL nos treinos é praticamente impossível, então a gente costuma perder bastante nos treinos. Sei lá, pra mim não tem muita explicação. Eu acho que só é muito difícil a gente jogar no treino do jeito que a gente joga no CBLOL, pelo quanto a gente se concentra, pelo quanto a gente doa no CBLOL. Se a gente fizesse isso durante a semana toda, durante oito horas por dia, eu acho que ninguém aguentaria.

Então, eu não sei, eu simplesmente não sei a resposta do porquê essas coisas têm acontecido nos treinos. Mas eu acho que é isso, eu acho muito difícil a gente render nos treinos o que a gente rende no CBLOL, pelo quanto a gente tem que se doar para sair o resultado no CBLOL.

brtt

Você enfrentou o Netuno mais uma vez, ele que é um jogador novo e habilidoso, e já está recebendo muitas críticas. Como você vê essas críticas direcionadas a ele?

brTT: Cara, eu acho que tiveram algumas críticas muito pesadas, sim. Mas, críticas são normais, é normal do atleta saber receber críticas. Por mais que ele esteja começando, é bom pra já ir se acostumando e saber que isso vai acontecer durante a carreira dele toda. Mas, é um jogador que tem jogado muito bem, muito constante. É uma coisa que é muito boa para se ter em um player, constância. É muito difícil você ver ele fraco em uma partida, ele tem um time muito bom também que ajuda ele a voltar nas partidas, como nesta partida que ele estava muito atrás. Mas, ele consegue jogar muito bem as team fights. Ele é um jogador muito forte, ele ainda tem uma pressão muito grande nas costas dele por vestir a camisa do Flamengo, e ser muito novo. Mesmo assim, ele tá conseguindo render muito bem. Então, as críticas elas podem existir, mas ninguém pode negar que ele vem jogando muito bem



O CBLOL implementou um novo formato de classificação na etapa passada, onde os dois primeiros vão para as semifinais direto e do terceiro ao sexto colocado disputam quartas de finais. A paiN pretende ficar na zona de classificação das semifinais ou qualquer vaga para o playoff serve?

brTT: Com certeza o foco é ficar entre o primeiro e o segundo colocado, porque é uma vantagem muito grande. Você consegue assistir o adversário que você vai jogar antes e ter muito mais informações, isso é uma vantagem absurda, na minha opinião. Mas, nosso foco é basicamente focar nas coisas que a gente precisa melhorar. A gente tem focado bastante nas coisas que a gente viu no MSI, nossos problemas no MSI, tanto dentro quanto fora de jogo, pra a gente ir evoluindo durante o campeonato, pra chegar nos playoff um time mais forte. Então, independente de qualquer colocação, a gente só pensa em chegar lá o time mais forte possível para sair com o título no final.

brtt

No campeonato do nível do CBLOL, o que importa mais? Você ter dedo, macro ou nenhum dos dois? 

brTT: É a junção de tudo, né. Por isso que LoL é um jogo complexo, tem muitas variáveis que podem fazer com que o time saia com a vitória. (No jogo de hoje) a gente estava com uma composição que era muito dependente de dedo, caso a gente quisesse ganhar uma team fight contra eles. Então, a Leblanc estar em um posicionamento muito bom, o Thresh acertar grab e etc. Era uma comp que dependia muito de dedo e mecânica. Então, depende muito da composição, dos times, e o que você vai precisar ter mais, conhecimento de mapa, macro, dedo e etc. Então, a gente estava com uma composição que precisava da junção de todos, precisava ter um macro muito bom, precisava estar com o dedo apurado. Por isso que eu falei que era uma composição mais difícil de ser executada.   

O CBLOL retorna no próximo final de semana, nos dias 10 e 11 de julho. Você pode acompanhar as transmissões pelos canais oficiais do CBLOL no YouTube, Twitch e Nimo TV.

Fique ligado no esports.gg para mais notícias e novidades de League of Legends.

*Matéria realizada em colaboração com João Vitor Costa

Bruno Martins -

Bruno Martins

| Twitter: @yo_brunoM

Jornalista. Na cobertura de esports desde 2018 e especializado em jogos de FPS como CS:GO e Rainbow Six.