A Miners apostou na reformulação da maior parte do seu time.

Na última sexta-feira (14), a Netshoes Miners revelou seu elenco para o CBLOL 2022. O time irá contar com Lee “DoRun” Soo-min (topo), Park “Croc” Jong-hoon (caçador), Ruan “Anyyy” Silva (meio), Matheus “Drop” Herdy (atirador), Gabriel “Hawk” Gomes (suporte). O anúncio foi feito por meio de vídeo em animação que tem como cenário as ruas do centro de Belo Horizonte, cidade em que o time foi fundado.

A Miners surpreendeu ao trazer Croc, um dos maiores destaques do segundo split deste ano. O caçador conquistou o vice-campeonato da última etapa em uma campanha surpreendente da Rensga. Para fazer dupla com ele, trouxeram o também sul-coreano DoRun, que faz sua estreia no campeonato brasileiro e que teve passagens pela segunda divisão da liga coreana e chinesa.  

Entre os brasileiros, a Miners traz Anyyy, que defendeu a FURIA ao longo dos últimos anos e agora tenta a sorte em um novo time. Ele mostrou grande habilidade individual nos últimos splits, mas não conseguiu emplacar boas campanhas com os Panteras. Como atirador, Drop assume mais uma vez o posto e figura como uma das referências desse time. Por fim, Hawk também assume novamente a função de suporte da equipe. 

Nos últimos tempos, a Netshoes Miners se viu envolvida em um imbróglio envolvendo a aquisição do e-commerce KaBuM pela Magazine Luiza. Por ser também dona da empresa Netshoes, a Magalu, então, teria conexão com dois times do CBLOL (KaBuM e Netshoes Miners), o que configura infração no regulamento do torneio. Por conta disso, a Riot Games determinou que a Miners se desvinculasse da atual patrocinadora Netshoes até o final do primeiro split de 2022.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de League of Legends

João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.