A Tropinha surpreendeu ao vencer os rubro-negros sob condições muito desfavoráveis. Equipe tirou invencibilidade da equipe Rubro-Negra.

No último sábado (03), foi disputada a rodada 9 do CBLOL, e os confrontos que selaram o fim do primeiro turno da fase regular. O destaque de hoje é, sem sombra de dúvidas, a vitória da LOUD em cima do, até então invicto, Flamengo.

Em rodadas passadas, era possível ver que o time da LOUD não estava na mesma página dentro das partidas, o que acabava refletindo em um jogo caótico e descoordenado, é possível ver uma mudança de postura desde a semana passada. A vitória de hoje promete alavancar a confiança da equipe.

Flamengo perde a primeira no 2º slipt do CBLOL

O primeiro jogo do dia foi bastante longo e marcou o fim da invencibilidade do Flamengo. Os rubro-negros abriram o placar de abates nos primeiros minutos em um gank do Ranger na rota inferior.

Depois disso, o jogo acabou esfriando bastante, o Flamengo não aplicou tão bem a vantagem que adquiriu cedo, dessa forma, a LOUD pôde se reestruturar com o decorrer do tempo. Os dois times acabaram não batendo de frente tantas vezes ao longo do jogo, e nas poucas vezes em que isso acontecia o resultado da disputa acabava sendo decisivo para construir uma vantagem sólida.

cblol

A LOUD estava usando muito bem sua composição nas lutas, isso fez com que a LOUD conseguisse abrir uma certa vantagem. No entanto, o top laner do Flamengo atrapalhou muito o jogo da Tropinha com seu Aatrox, sempre utilizando muito bem a resistência do campeão e todo controle de grupo que ele proporciona. 

O Flamengo vinha acumulando dragões e acabou garantindo a alma do oceano e um dragão ancião, dois buffs extremamente fortes. Mesmo assim, a LOUD não se intimidou e compraram uma última luta decisiva e acabaram levando a melhor. Isso fez com que a LOUD vencesse a partida, assim quebrando a invencibilidade do Flamengo. Vitória da LOUD. 

Red Canids passa pela Rensga

Em contraste com a partida anterior, esse confronto foi extremamente movimentado dos dois lados. A Red abriu bastante vantagem, muito por conta da incrível performance do TitaN ao acumular abates na sua Kai’sa. Ele talvez tenha feito a jogada individual mais impressionante entre os atiradores do campeonato até agora. 

A Rensga conseguiu se segurar no meio de jogo e chegou a marcar um Ace na Red, o Ezreal do Yuri tinha alcançado seu pico de poder e estava fazendo muita diferença nas team fights. A volta dos Cowboys só serviu pra dar um susto, isso porque a Red se recuperou logo depois devolvendo boas lutas. Vitória da Red.

INTZ leva jogo equilibrado

Jogo bem equilibrado em sua maior parte, Hauz fez uma ótima fase de rotas no lado da INTZ, DiamondProx foi bastante impactante no lado da FURIA. As Panteras tiveram as rédeas por boa parte da partida, eles estavam executando boas team fights e ganhando cada vez mais pressão no mapa. 

As coisas mudaram quando executaram o segundo barão do jogo. Ao fazer o objetivo, a Furia não fez um bom posicionamento e acabaram tomando um engage dos intrépidos que separou o time, detalhe que ajudou a INTZ a conseguir seus abates. A equipe aproveitou o tempo do adversário fora do mapa e forçou um GG, os jogadores remanescentes da Furia tentaram segurar, mas não conseguiram. Vitória da INTZ.

paiN domina para vencer

Apesar de um começo de jogo mais equilibrado, a paiN se mostrou muito mais dominante a partir do meio de partida. Eles ditaram o ritmo do jogo, controlaram a maioria dos objetivos e executaram muito bem a composição nas team fights. 

A KaBuM não demonstrou proatividade quando precisava agir para parar os avanços da paiN e basicamente assistiu o jogo passar. O fato de Ezreal passar mais uma vez no draft para paiN é algo que os times deveriam prestar mais atenção, Brtt vem jogando com o campeão de forma consecutiva e está sendo impactante em todos os jogos. Vitória da paiN.

Miners surpreende e vence Vorax

O dia terminou com grande reviravolta. A Miners, que está na última colocação da tabela, conseguiu tirar um jogo da poderosa Vorax Liberty. A escalação da Miners ainda contava com Hugato e Piloto, dois jogadores que vieram do Academy. Dentro do Rift, a Miners chegou a abrir 3×0 em abates nos primeiros minutos, o first blood foi dado por Hugato que enxergou boa oportunidade de gank na rota do meio e assim conseguiu eliminar o mid laner da Vorax, pouco tempo depois executaram um dive excelente em cima do FNB na rota superior, ao passo que a Vorax tentava responder com a mesma tática no outro lado inferior, a tentativa não deu certo e a Miners cravou seu terceiro abate.

A Vorax seguiu jogando com parcimônia, controlando objetivos e trabalhando o mapa a seu favor, coisa que é traço característico da equipe. Em determinado momento, a vantagem adquirida pela Miners no começo de jogo já não se fazia mais tão relevante. 

O momento que selou a partida foi o roubo do dragão ancião feito pela Miners. Em seguida, eles encaixaram um Ace e ainda executaram o Barão, com todo o poder dos buffs, eles ganharam as últimas lutas e finalizaram o jogo. Vitória da Miners.

Você pode acompanhar as transmissões pelos canais oficiais do CBLOL no YouTube, Twitch e Nimo TV.

Fique ligado no esports.gg para mais notícias e novidades de League of Legends.

*Matéria realizada em colaboração com João Vitor Costa

Filed Under
Bruno Martins -

Bruno Martins

| Twitter: @yo_brunoM

Jornalista. Na cobertura de esports desde 2018 e especializado em jogos de FPS como CS:GO e Rainbow Six.