O atirador dos Panteras conversou com a imprensa no último fim de semana do CBLOL.

A FURIA fez sua estreia no último final de semana de CBLOL. Os Panteras vieram reforçados para 2022 com um elenco estrelado composto por jogadores com bastante experiência. No entanto, eles também contam com Lucas “Netuno” Flores, uma revelação do Academy que só entrou na elite do CBLOL no último split de 2021.

A FURIA perdeu o primeiro confronto contra a LOUD no sábado e venceu o jogo contra o Flamengo no domingo. Netuno conversou com a imprensa sobre o desempenho do seu time no fim de semana de estreia do CBLOL.

Netuno: “Não é o que a gente espera. A gente quer sempre fazer os jogos perfeitos, a gente teve treinos muito bons. Mas a gente não tá conseguindo mostrar todo nosso jogo no stage, no jogo que vale. Eu acho que é um processo, é algo normal, a gente tem um elenco muito maduro, uma staff muito madura também. 

A gente sabe que é um processo e querendo ou não, não são os primeiros jogos que importam, não é o meio, é o fim. É a etapa lá no fim, é estar pronto lá no fim, a gente consegue ver bem o processo.”

Segundo relatos de Filipe “Ranger” Brombilla, o clima do Flamengo nos splits de 2021 não estava dos melhores por conta da postura rígida do treinador Pades. Netuno falou um pouco da diferença entre o clima no clube rubro-negro e a FURIA.

Netuno: “Isso importa muito, essa questão do clima. Teve essa situação que o Ranger levantou, eu não vou comentar sobre. Mas aqui na FURIA a gente tem uma staff que abraça bastante a gente. É um pouco diferente de quando a gente trabalhava no Flamengo. E é uma uma coisa que não vai trazer resultado instantaneamente, mas eu sei que para o final do campeonato, quando tiver todo mundo cansado, uma staff que é mais leve com a mão, eu acho que traz mais resultado sim.”

Depois de disputar o último split com jogadores experientes no Flamengo, ele volta a trabalhar com um elenco com bastante bagagem, inclusive atuando novamente com peças da equipe rubro-negra.

Netuno: “É uma dinâmica bem diferente. Quando eu fui para o Flamengo no CBLOL no split passado, eu trabalhei bastante com o Ranger e com o Ygor (Redbert), eu já conhecia eles bastante. Trabalhar com um time todo brasileiro também é uma coisa que muda bastante. Só adiciona, essa experiência é muito boa. Em momentos de nervosismo, em momentos muito importantes no jogo dá pra sentir a experiência deles.”

A FURIA é uma das organizações com reconhecimento mundial, principalmente por sua presença no CS:GO. Netuno comentou sobre como é trabalhar nesse tipo de ambiente.

Netuno: “Dá pra ver que é uma org world class, tu sente o profissionalismo, que é uma das coisas mais importantes para uma organização prosperar. Esse contato é muito bom. Sim, a gente se inspira bastante nos caras da line de CS, da line de Valorant e Rainbow Six, enfim, todas as lines. E é um projeto que todo mundo acredita bastante.”

O atirador dos Panteras também falou sobre o bootcamp que a equipe fez no final de 2021 e como foi enfrentar os times da Europa em treinos.

Netuno: “Na solo queue (europeia), eu me diverti bastante por incrível que pareça. Fazia tempo que eu não me divertia com o LoL. É realmente muito melhor a solo queue. Eu, por exemplo, preciso jogar muito focado para desempenhar bem. Infelizmente não deu tempo de pegar challenger. 

Sobre as scrims, deu para ver que as bot lanes deles eram muito boas, tem um gap bem grande, a gente evoluiu bastante jogando contra eles e aprendemos bastante individualmente jogando 2v2 contra os caras.”

O CBLOL volta a ser disputado no próxima quinta-feira (27) a partir das 17h. A transmissão acontecerá nos principais canais oficiais do CBLOL na Twitch, Youtube e Nimo TV.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de League of Legends

João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.