O mid laner da KaBuM comentou sobre sua ascensão como jogador nesta etapa e também falou sobre a frustração de ser derrotado nos playoffs.

No último domingo (10), a KaBuM foi eliminada do CBLOL 2022 depois de ser derrotada pela RED Canids. O confronto foi válido pela final da chave inferior dos playoffs e valia vaga para a grande final do torneio. Depois do encerramento da série MD5, Bruno “Hauz” Ferreira, mid laner dos Ninjas, conversou com a imprensa sobre a disputa.

KaBuM! eliminada após derrota para RED Canids – Foto: Bruno Alvares/Riot Games

A primeira coisa que ele destacou foi a frustração de ser eliminado. Mesmo assim, ele conta que já pensa em sua evolução para a próxima etapa.

“O sentimento é de frustração. Sempre fica, não tem jeito. Mas para mim, logo quando acabou o jogo, eu já pensei mais para frente. Eu preciso fazer alguma coisa para continuar no CBLOL. Para vir mais forte no próximo split, o que eu posso fazer de melhor. Eu vou revisar tudo que eu fiz, tudo que eu fiz de errado e bom. Querendo ou não, é minha primeira experiência no playoff de CBLOL. Então eu tenho mais a aprender do que realmente me deixar abalar. Mas é muito triste e frustrante não ter chegado mais longe.”

A última temporada de Hauz no CBLOL não foi das melhores. Ele vem de split no qual teve que atuar como topo na INTZ, posição que ele nunca tinha desempenhado em sua carreira. Isso rendeu uma campanha com eliminação ainda na fase de pontos. Neste primeiro split do CBLOL 2022, ele voltou para sua rota de ofício e se mostrou um dos melhores do país na posição. Hauz diz que essa etapa foi afirmação.

“Eu acho que só de ter feito boas atuações nesse split como um todo, ter feitos coisas muito boas. Eu consegui afirmar para mim mesmo que eu posso estar aqui e posso chegar em uma possível final. Então acredito que esse split foi de afirmação. Eu não me sinto como um mid laner de elite, por causa desse playoff. Eu acho que eu falhei bastante como mid laner e é algo que eu realmente tenho que melhorar para um possível playoff no próximo split. Eu acredito que a gente tem total chance. Eu consegui me afirmar, mas faltam alguns passos para eu me tornar um ótimo mid laner.”

Jogadores da KaBuM! – Foto: Bruno Alvares/Riot Games

Hauz também falou que chegou a se questionar se tinha lugar no CBLOL dos resultados ruins em sequência. No fim das contas, ele apostou suas fichas em um bootcamp na Europa tanto como oportunidade para evoluir individualmente, como também para usar como vitrine para chamar atenção dos times do CBLOL.

“Se um/dois splits dão errado, vai aparecer na cabeça de todo jogador se é realmente isso que você quer, se realmente você serve para para competição. Isso apareceu na minha cabeça. Mas eu usei todo dinheiro que eu tinha, fui para um bootcamp e consegui ter minha chance. Então acho que agora é continuar, agarrar essa chance que eu tive e continuar melhorando.”

Na grande final do CBLOL 2022, a RED Canids enfrenta a paiN Gaming no dia 23 de abril. O evento terá a presença de torcida pela primeira vez desde que a pandemia começou. A transmissão acontecerá nos principais canais oficiais do CBLOL na Twitch, Youtube e Nimo TV.

Fique ligado no esports.gg para as últimas notícias e atualizações de League of Legends. Agora o Esports GG Brasil também está com redes sociais. Siga o nosso Twitter e Instagram para mais novidades do mundo dos esports. 

João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.