Após seis rodadas, todas as equipes completaram 24 quedas disputadas e os favoritos começam a surgir.

A terceira semana da LBFF 6 trouxe os casters de volta ao lindo palco da Liga Brasileira e mais duas rodadas repletas de emoção. A B4, após um grande fim de semana, assumiu a liderança isolada da competição com 270 pontos – vantagem de 27 pontos sobre a Tropa, que vem logo em seguida. Yago e Lobato vêm sendo os grandes destaques do time e, se continuarem nesse ritmo, logo devem figurar entre os candidatos ao prêmio de MVP.

Os Bastardos vêm sendo premiados pela agressividade e lideram a temporada em número de abates, com 113 eliminações até aqui. Além disso, eles estabeleceram um novo recorde histórico na LBFF: o maior número de Booyahs em uma única rodada – foram quatro conquistados no domingo, em um desempenho semelhante ao do título mundial da Phoenix Force.

Outro destaque foi a Tropa, que teve um grande desempenho no sábado e é a melhor entre as estreantes na competição. Foram 76 pontos e 32 abates na quinta rodada, com destaque para Kiled, responsável por 17 eliminações. A vice-liderança é resultado da consistência: uma média de pelo menos 10 pontos por queda desde a estreia.

Existiam grandes expectativas sobre LOUD e Fluxo, fortes candidatas à liderança e ao título. A rivalidade entre ambas vem se acirrando cada vez mais e apenas 4 pontos a separam. A LOUD garantiu uma dobradinha no sábado e, com 73 pontos na rodada, deu um belo salto na tabela. Porém, a equipe não conseguiu repetir o desempenho no domingo e, assim como o Fluxo, passou por maus momentos. Fluxo que abriu o domingo com um belo Booyah, mas não fez muito nas quedas seguintes e acabou sendo eliminado no início de várias delas.

Por fim, Real e-Sports e FURIA não têm motivos para comemorar. Enquanto o Real e-Sports amargou o pior desempenho da competição no sábado, rodada em que somou apenas 13 pontos, os Panteras tiveram o pior desempenho do domingo, com 26. O Real vem de uma reestruturação após o fim da parceria com o Santos e ainda não se encontrou na competição. Já a FURIA parece longe de encontrar o desempenho característico de uma das maiores organizações de esports do país.

Giuseppe Carrino -

Giuseppe Carrino

Editor, redator, tradutor e entusiasta de jogos hardcore. Joga a série Souls desde antes disso virar moda.