Em entrevista concedida ao HLTV, o técnico da Made in Brazil falou sobre como tem sido a campanha do time no Major.

O PGL Major Antwerp está acontecendo a todo vapor e o MIBR é um dos times brasileiros que ainda lutam pela permanência no torneio. Depois da vitória da Made in Brazil em cima da Eternal Fire, o técnico da equipe, Bruno “bit” Fukuda, falou sobre como tem sido a campanha dos brasileiros.

Um dos jogadores do MIBR que tem mais presença em LAN é Marcelo “chelo” Cerpedes. Ele costuma gritar bastante para seus adversários durante as partidas e isso já virou uma das suas marcas registradas. bit conta que essa característica dele já se tornou parte da identidade do time, e ressalta que há uma diferença notável para a equipe quando chelo está motivado dentro dos servidores.

chelo no Major – Foto: Reprodução/HLTV

“A comemoração meio que nos ajuda, porque… Eu diria que nós somos um time bem diferente quando chelo está motivado e quando chelo não está motivado, então é meio que parte do nosso jogo, sabe? As pessoas falam muito que o chelo grita e coisas do tipo, sendo desrespeitoso às vezes, mas não é verdade para ser honesto, é só porque essa é a forma que o nosso time funciona. Quando ele não está assim, nós sabemos que há algo de errado e então nosso time não está na sua melhor forma, sabe? Então sim, isso é muito bom para nós.”

Ontem (11), a MIBR derrotou a Eternal Fire e se manteve viva no PGL Major Antwerp. Hoje (12), os brasileiros voltam aos servidores contra a Bad News Eagles em busca da vaga para a fase Legends do PGL Major Antwerp. A Imperial de Gabriel “FalleN” Toledo também busca sua vaga no jogo contra a forZe. Se classificarem, eles se juntam à FURIA, que começa na segunda fase do mundial de CS:GO pela segunda vez seguida. 

Fique ligado no esports.gg para as últimas novidades e atualizações sobre CS: GO.

João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.