A equipe brasileira entrou para o ‘acordo do Louvre’ junto com BIG e Heroic.

Nesta quinta-feira (21), a ESL anunciou que a FURIA está de entrada no Louvre Agreement (Acordo do Louvre em tradução livre) junto com BIG e Heroic. Agora, esses três times se juntam aos outros membros que já faziam parte da iniciativa. O valor de aplicação dos três times somados girou em torno de US$20 milhões.

Essa iniciativa foi apresentada ainda em fevereiro de 2020 como uma das propriedades mais valiosas do mercado global de esports. As primeiras organizações anunciadas foram: Astralis, Complexity, Evil Geniuses, ENCE, FaZe Clan, Fnatic, G2 Esports, Mousesports, Natus Vincere, Ninjas in Pyjamas, Team Liquid e Team Vitality. 100 Thieves também fazia parte do grupo na concepção do projeto, mas a organização acabou por deixar o CS:GO mais tarde naquele ano.

O acordo funciona como um sistema de franquias: todos os times que fazem parte dele se tornam sócios da ESL Pro League, ou seja, terão voz ativa na tomada de decisão acerca da liga e compartilharão a receita recebida pela mesma. Além disso, os times selecionados terão vaga permanente na ESL Pro League.

FURIA dentro do acordo

Em seu comunicado, a ESL esclarece que ao longo do processo de avaliação, eles pediram aos aplicantes ofertas financeiras e compromissos não-financeiros. Eles ainda informam que o processo contou com vários fatores de influência, como: legado de performance, impacto geográfico, visão estratégica, grupo de investidores e quantidade de oferta.

No caso da FURIA, eles informam que a organização irá focar seu staff, recursos e energia em representar a América do Sul e ajudar a região da América do Norte. A FURIA pretende alocar seu elenco na Florida, enquanto colabora com outros membros através dos dois continentes.

furia

Sobre a entrada no Louvre Agreement, o CEO da FURIA, Jaime Padua diz: 

“A FURIA está muito animada para confirmar que estamos nos juntando ao Louvre Agreement da ESL como um Time Parceiro. Nós estamos orgulhosos por representar a América do Sul na Pro League e assumimos o compromisso de também nos tornarmos uma potência do cenário de CS:GO norte-americano”, falou.

Padua continuou: “Nós acreditamos muito no que o Louvre Agreement representa e, portanto, estamos confiantes que a nossa contribuição no universo Pro-League será sentido por todos os nossos colegas membros. Eu também tenho certeza que a nossa base de fãs e nossos parceiros ficarão animados com a notícia. Isso é muito bom para nós e o cenário de Esports da América do Sul. Eu sou grato a todos que trabalharam para que esse acordo fosse possível.”

Fique ligado no esports.gg para mais notícias e atualizações de CS:GO.

Filed Under
João Vitor Costa -

João Vitor Costa

| Twitter: @Nenaojao

Estudante de jornalismo. Começou recentemente na cobertura de esports e é especializado em League of Legends. Também se aventura no Wild Rift, Valorant e Legends of Runeterra.