FURIA entrou, novamente, no servidor em partida válida pela IEM Cologne 2021 em jogo contra a equipe dinamarquesa da Heroic

A manhã de domingo (11) foi triste para os fãs do CS:GO brasileiro. A FURIA entrou novamente no servidor, em partida válida pela IEM Cologne 2021 contra a equipe dinamarquesa da Heroic e, comandados por Andrei “arT” Piovezan, não conseguiram um bom desempenho e acabaram perdendo por 2×0.

Confira um resumo do jogo.

FURIA luta até o fim na Ancient

A série começou em Ancient, mapa mais recente da rotação competitiva. Durante a primeira metade, o jogo foi equilibrado, com trocas de pontuações entre as duas equipes. Assim, as não conseguiram se distanciar uma da outra e a primeira metade terminou 9-6 a favor da Heroic.

A partida seguiu equilibrada até meados da etapa final, quando a FURIA chegou a empatar a partida. Mas, a partir deste ponto, os dinamarqueses retomaram o controle do jogo, vencendo cinco rounds em sequência. O quinteto brasileiro voltou ao jogo e conseguiu levar a partida à prorrogação, mas não conseguiu evitar a derrota por 19-17.

Jogando a vida na IEM Cologne, FURIA não ganha a Nuke

Escolha da Heroic, Nuke começou com a FURIA do lado CT em um jogo muito equilibrado. Trocando round a round, os brasileiros chegaram a estar na vantagem, ganhando por 6×4. Mas, ao perder um round forçado da Heroic, a equipe não se encontrou mais no half e acabou perdendo por 9×6. Em seguida, a FURIA ensaiou uma boa reação do lado TR, chegando a virar o jogo e ficar na vantagem por 10×9. Mas após os dinamarqueses conseguirem o primeiro ponto do lado CT, os brasileiros não conseguiram trocar mais e a Heroic fechou a MD3 com a vitória por 16×10 em Nuke.


O resultado representou o fim da torcida brasileira na IEM Cologne 2021. A FURIA era a última representante do país na competição, uma vez que a Liquid foi eliminada no sábado (10) e a MIBR e Team One não passaram do play-in.

Fique ligado no esports.gg para mais notícias sobre esports e CS:GO.

Filed Under