Após um primeiro mapa apagado, o MIBR deu a volta por cima para virar a série contra a HAVU e vencer na estreia da competição.

O MIBR fez sua estreia nesta sexta-feira (2) na Pinnacle Cup. A equipe brasileira entrou na competição já na segunda fase, que conta com o formato suíço. Em jogo contra a equipe finlandesa da HAVU, os brasileiros sofreram mas, de virada, venceram pelo placar de 2-1.

Os brasileiros se recuperaram após um baque no primeiro mapa no qual a equipe não entrou no servidor. Depois da derrota acachapante, o MIBR voltou ao jogo para virar a série e sair com a vitória na estreia.

Com a vitória, o MIBR fica 1-0 no formato suíço. O próximo adversário da equipe brasileira ainda será definido após o jogo entre Team One e ENCE.

mibr

MIBR apagado na Dust 2

Escolha da HAVU, a Dust 2 foi desastrosa para os brasileiros. Com uma agressividade controlada e belas balas aplicadas para cima do MIBR, os finlandeses não tiveram dificuldades para passar facilmente por Ricardo “boltz” Prass e companhia.

A equipe da HAVU simplesmente atropelou o MIBR na primeira metade. Os brasileiros pareciam perdidos e fora do jogo. O resultado disso foi um sonoro 13-2 na primeira metade. Com o jogo praticamente perdido, a segunda metade apenas confirmou a derrota já esperada. O MIBR pontuou apenas mais uma vez e viu Jani “Aerial” Jussila e companhia fecharem o placar em 16-3.

MIBR se recupera na Mirage

A derrota deixou o MIBR com a obrigação de vencer a Mirage para levar a série ao terceiro mapa. E a vitória veio. Em um mapa equilibrado, os brasileiros venceram e lavaram a decisão à Ancient, novo mapa da rotação competitiva.

O mapa começou um pouco melhor para os brasileiros, que alcançaram a pontuação da Dust 2 ainda no início do jogo. A primeira metade foi mais equilibrada, mas com o MIBR atrás pelo diferença mínima. Após a virada de lados, foi a vez dos brasileiros tomarem as rédeas do jogo. O forte lado CT dos brasileiros conduziu a equipe à vitória por 16-11.

Brasileiros vencem após segunda metade dominante na Ancient

A Ancient foi o mapa decisivo no confronto entre finlandeses e brasileiros. Nesse palco, o MIBR foi melhor do que a HAVU e após uma primeira etapa apertada, os brasileiros dominaram a segunda metade.

A primeira metade foi, novamente, equilibrada. O MIBR começou muito bem, mas logo os finlandeses se equipararam e assustaram os brasileiros. Novamente, Boltz e companhia voltaram a vencer e a primeira metade também acabou com vantagem de um ponto para o MIBR. A segunda metade, no lado CT, os brasileiros não deram chances para a HAVU e fizeram uma metade perfeita com oito pontos na sequência para vencer por 16-7.

Fique ligado no esports.gg para mais notícias sobre esports e CS:GO.

Filed Under
Bruno Martins -

Bruno Martins

| Twitter: @yo_brunoM

Jornalista. Na cobertura de esports desde 2018 e especializado em jogos de FPS como CS:GO e Rainbow Six.